NOTÍCIAS
22 DE DEZEMBRO, 2022

A Amarsul já tem disponível para consulta, os novos calendários de recolha seletiva porta a porta para 2023. Poderá consultar o calendário da sua área de residência através do QR Code ou em Recolha porta a porta

 

Informamos que os dias de recolha para 2023 na maioria dos circuitos se mantêm, com exceção dos mencionados abaixo:

- Circuitos D262A e D263A (PAP_45 e PAP_46): a recolha passa a ser realizada ao sábado entre as 6h e as 14h;

- Circuito D267A (PAP_50): a recolha passa a ser realizada às 3ª feiras entre as 6h e as 23h

- Circuitos D244A e D255A (PAP_29 e PAP_38): a recolha passa a ser realizada ao sábado entre as 6h e as 14h

 

Entretanto, os calendários chegarão a todos os aderentes, como habitual, por correio.

 

Para mais informação ou esclarecimentos, deve contactar o atendimento da Linha da Reciclagem através dos seguintes contactos: 800 911 400  ou atendimento@linhadareciclagem.pt

 

 

16 DE NOVEMBRO, 2022

A Amarsul faz nova aposta no tratamento e valorização orgânica, ao avançar com a construção de uma nova unidade de tratamento biológico no Ecoparque de Palmela, um investimento significativo na região com o propósito de alcançar as metas estabelecidas no tratamento de biorresíduos, oferecendo uma alternativa válida à deposição de resíduos em aterro, e melhorar, assim, o serviço prestado à população da Península de Setúbal.

 

Com um investimento da ordem dos 18 milhões de euros, a nova infraestrutura, com 26 500 m2, encontra-se já em fase avançada de construção. Terá uma capacidade para receber 50 mil toneladas de resíduos orgânicos por ano, oriundos da recolha seletiva dos Municípios, com uma produção estimada de 8.500 toneladas de composto também ao ano, para utilização como corretivo orgânico de terrenos agrícolas.

 

A sua construção obedece aos mais rigorosos requisitos e certificações, tanto no sistema de impermeabilização, arejamento, como na drenagem e encaminhamento de lixiviados, estando a ser utilizado equipamento, material e tecnologia de ponta, assegurando os padrões ambientais cada vez mais exigentes bem como a utilização das melhores tecnologias disponíveis.

 

No âmbito deste investimento, também a unidade de Tratamento Mecânico, onde são depositados os resíduos indiferenciados, será alvo de uma requalificação, por forma a melhorar o processo de pré-tratamento, processamento e separação da matéria orgânica dos demais resíduos, para posterior encaminhamento para a nova unidade.

 

Estima-se que a nova unidade de Tratamento Biológico entre em funcionamento em meados do próximo ano 2023.

05 DE NOVEMBRO, 2022

A EGF integra a Escola Amiga da Criança, sendo um dos parceiros principais desta iniciativa com foco nos temas da Sustentabilidade e Felicidade nas Escolas.

 

A Escola Amiga da Criança e a EGF assinaram um protocolo de cooperação para o ano letivo 2022/2023, no qual se comprometem a colaborar para a promoção e desenvolvimento de estudos científicos sobre questões relacionadas com a escola, as suas pessoas e ecossistemas envolventes.

 

No âmbito desta parceria, a Escola Amiga da Criança e a EGF vão promover um primeiro estudo, que tem prevista a publicação de resultados no 1.º trimestre de 202, que pretende avaliar e caraterizar a Felicidade nas Escolas, com os seguintes objetivos:

 

  • Caracterizar a perceção de felicidade na escola dos alunos e professores portugueses (desde o 2.º CEB ao Ensino Secundário), atendendo às seguintes dimensões: esperança, empenho, pertença, aprendizagem social e emocional e bem-estar. Serão ainda consideradas as dimensões: Sentir bem/propósito; Saúde subjetiva; Exercício saudável; Alimentação saudável (Feel well/Meaning; Subjective health; Move Well; Eat Well, in Marujo & Neto, 2011).
  • Aferir a influência dos climas e/ou ecossistemas (escola, colegas e família) na perceção da felicidade de alunos e professores.
  • Aferir a importância que a perceção de um desenvolvimento sustentável do planeta tem na perceção de felicidade.
  • Criar um observatório, como projeto de longo prazo, para a recolha periódica destes dados, que nos permita comparar os inquiridos aquando do início de um ciclo de estudos e no fim do mesmo.
  • Construir um índice de felicidade das escolas portuguesas, também um projeto a longo prazo.

 

 

Prémios para as escolas

A Escola Amiga da Criança atribui todos os anos prémios às escolas com os melhores projetos em vários temas, e a EGF assumiu o apoio aos projetos de Sustentabilidade com prémios especiais nesta categoria – a possibilidade de receber a visita de planetários itinerantes e o desenvolvimento de mascotes especiais na APP Recycle BinGo (www.recyclebingo.pt).

 

Esta parceria será ainda promovida no Programa Ecovalor, um programa escolar que o Grupo EGF desenvolve há mais de 20 anos e em parceria com os municípios, que tem como oferta atividades educativas de incentivo às boas práticas ambientais sobre resíduos urbanos, e que inclui ações de sensibilização e formação, workshops, concursos e informação pedagógica para toda a comunidade escolar.

 

As candidaturas decorrem até ao dia 30 de junho de 2023, através do site oficial do projeto https://escolaamiga.pt/, onde também se encontram todas as informações sobre a iniciativa.

 

O projeto vencedor ganha 5.000€ (cinco mil euros) em livros LeYa.

A Escola Amiga da Criança premeia adicionalmente o projeto vencedor de cada categoria com 1000€ em livros LeYa para as bibliotecas das escolas e prémios adicionais por parte dos parceiros envolvidos na iniciativa.

 

Sobre a Escola Amiga da Criança

A Escola Amiga da Criança é a iniciativa conjunta da CONFAP (Confederação Nacional das Associações de Pais), da LeYa e do psicólogo Eduardo Sá, que visa distinguir e reconhecer escolas que concebem e concretizam ideias extraordinárias, contribuindo para um desenvolvimento mais feliz e completo da criança no espaço escolar.

 

A 6.ª edição da iniciativa conta também com o apoio da Fundação Altice, REN, Católica do Porto Business School, a Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade Católica Portuguesa, o Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, a Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa, a Sociedade Ponto Verde, a Associação Mutualista Montepio, The Inventors, Fábrica Centro Ciência Viva da Universidade de Aveiro, EKUI, Associação ACEGIS, Solfut, Maped, Jardim Zoológico de Lisboa e o Oceanário.

Mais informação em https://escolaamiga.pt/

 

Sobre a EGF

A EGF é uma empresa europeia de referência no setor ambiental e líder no tratamento e valorização de resíduos em Portugal. Integrada no Grupo MOTA-ENGIL/URBASER, é responsável por assegurar o tratamento e valorização de resíduos, da forma ambientalmente mais correta e economicamente sustentável, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e do ambiente.

A gestão dos sistemas de tratamento e valorização de resíduos é feita através de 11 empresas concessionárias (Algar, Amarsul, Ersuc, Resiestrela, Resinorte, Resulima, Suldouro, Valorlis, Valorminho, Valnor, Valorsul), constituídas em parceria com os municípios servidos, que processam anualmente cerca de 3,3 milhões de toneladas de resíduos urbanos (RU), servindo uma população de 6,2 milhões de pessoas distribuídas por 174 municípios, numa área equivalente a 60% do território em Portugal.

Mais informação em https://www.egf.pt/

 

Informações: Ana Loureiro |Telemóvel: 968601711 | E-mail: ana.loureiro@egf.pt

808
HABITANTES
MIL
9
MUNICÍPIOS
10
INSTALAÇÕES
464
RESÍDUOS TRATADOS E VALORIZADOS
MIL TONELADAS
45
RESÍDUOS RECICLADOS
MIL TONELADAS
9,4
CORRETIVOS ORGÂNICOS PRODUZIDOS
MIL TONELADAS
17
ENERGIA PRODUZIDA
GWH/ANO
RECYCLE BINGO O JOGO QUE DÁ PRÉMIOS A QUEM RECICLA
Ecopontos e Ecocentros Reciclar Sempre, Tudo e em Todo o Lado
6,2 Milhões
Habitantes abrangidos