CAMPANHA TONELADAS DE AJUDA APOIA CERCA DE 50 INSTITUIÇÕES 26 de fevereiro, 2024

TONELADAS DE AJUDA APOIA CERCA DE 50 INSTITUIÇÕES

Campanha angariou mais de 350 toneladas de recicláveis

 

A Amarsul angariou 364 toneladas de material reciclável através da campanha Toneladas de Ajuda, que são fruto de um maior número de entidades aderentes. 

 

Em 2023, foram entregues 4 toneladas de vidro, 345 toneladas de papel/cartão e 15 toneladas de plástico e metal, provenientes das instituições participantes. Como contrapartida financeira, a Amarsul entregou mais de 28.000 mil euros que permitiram apoiar estas instituições.

 

A Campanha Toneladas de Ajuda, teve início em 2018 e, desde então, cerca de meia centena de instituições, localizadas na área de atuação da Amarsul, têm efetuado entregas de material reciclável nos Ecoparques do Seixal, Setúbal e na Eco Transferência de Sesimbra. Como contrapartida, a Amarsul ajuda, financeiramente, as associações participantes.

 

O Banco Alimentar Contra a Fome de Setúbal, continua a revelar ser um parceiro de grande importância, a sua contribuição permitiu recolher 229 toneladas de resíduos recicláveis. Por sua vez, as instituições da Refood, entregaram 80 toneladas de embalagens que serão valorizadas pela Amarsul, para ajudar quem mais precisa.

 

Com esta campanha, a Amarsul alia à sua missão ambiental, a responsabilidade social ao apoiar instituições, sem fins lucrativos, interessadas em promover um ambiente mais limpo para todo a comunidade.

 

Qualquer pessoa ou instituição pode contribuir através da entrega de materiais recicláveis para esta causa.

 

Mais informações sobre a campanha Toneladas de Ajuda podem ser consultadas aqui.

CAMPANHA TONELADAS DE AJUDA APOIA CERCA DE 50 INSTITUIÇÕES 26 de fevereiro, 2024

TONELADAS DE AJUDA APOIA CERCA DE 50 INSTITUIÇÕES

Campanha angariou mais de 350 toneladas de recicláveis

 

A Amarsul angariou 364 toneladas de material reciclável através da campanha Toneladas de Ajuda, que são fruto de um maior número de entidades aderentes. 

 

Em 2023, foram entregues 4 toneladas de vidro, 345 toneladas de papel/cartão e 15 toneladas de plástico e metal, provenientes das instituições participantes. Como contrapartida financeira, a Amarsul entregou mais de 28.000 mil euros que permitiram apoiar estas instituições.

 

A Campanha Toneladas de Ajuda, teve início em 2018 e, desde então, cerca de meia centena de instituições, localizadas na área de atuação da Amarsul, têm efetuado entregas de material reciclável nos Ecoparques do Seixal, Setúbal e na Eco Transferência de Sesimbra. Como contrapartida, a Amarsul ajuda, financeiramente, as associações participantes.

 

O Banco Alimentar Contra a Fome de Setúbal, continua a revelar ser um parceiro de grande importância, a sua contribuição permitiu recolher 229 toneladas de resíduos recicláveis. Por sua vez, as instituições da Refood, entregaram 80 toneladas de embalagens que serão valorizadas pela Amarsul, para ajudar quem mais precisa.

 

Com esta campanha, a Amarsul alia à sua missão ambiental, a responsabilidade social ao apoiar instituições, sem fins lucrativos, interessadas em promover um ambiente mais limpo para todo a comunidade.

 

Qualquer pessoa ou instituição pode contribuir através da entrega de materiais recicláveis para esta causa.

 

Mais informações sobre a campanha Toneladas de Ajuda podem ser consultadas aqui.

Amarsul participa na 3ª edição do Re-Source 22 de fevereiro, 2024

AMARSUL PARTICIPA NA 3ª EDIÇÃO DO RE-SOURCE

 

Decorreu no passado dia 20, o encontro do Re_Source 3.0, a 3ª edição do programa global de inovação aberta da Sociedade Ponto Verde com a Beta-i collaborative innovation, focado na economia circular e disrupção digital da gestão dos resíduos de embalagem.


A Amarsul foi convidada a participar nesta edição, tendo sido representada pelo José Bandeira da Área de Recolha Seletiva no painel “Innovation in Sorting and Waste Collection Processes”.


Foram referidos os principais desafios e as mais valias alcançadas com a implementação do projeto piloto realizado com a LIXO.


Este projeto, consistiu na instalação de câmaras em 4 veículos de recolha seletiva, que permitem identificar os contaminantes recolhidos, através de um algoritmo de IA, assim como a sua localização.

AMARSUL RECOLHE 296 TONELADAS DE MATERIAIS RECICLÁVEIS 20 de fevereiro, 2024

AMARSUL RECOLHE 296 TONELADAS DE MATERIAIS RECICLÁVEIS
172 escolas da região abrangidas pelo Ecovalor

 

A 5ª edição do Programa Ecovalor, na área da abrangência da Amarsul, contou com a participação de 172 estabelecimentos de ensino, impactando um universo de 70.713 alunos.

 

Na edição referente ao ano letivo 2022/23, o Programa recebeu um total de 296 toneladas de resíduos recicláveis, das quais 101 foram de embalagens plásticas e metálicas, 182de papel/cartão e 13de vidro, representando um aumento de 55t face ao ano letivo anterior.

 

O Programa Ecovalor tem como objetivo promover as boas práticas ambientais, distinguindo os estabelecimentos e instituições de ensino que separam maiores quantidades de materiais recicláveis em 3 concursos Recicla e Ganha: Amarelo, Azul e Verde. O top 3 das escolas que mais separaram na última edição é constituído por: em primeiro lugar a escola EB 2,3 Carlos Ribeiro (Seixal), em segundo a Escola Secundária Santo André (Barreiro) e em terceiro lugar a Egas Moniz - Cooperativa de Ensino, CRL (Almada).

 

O empenho dos alunos, professores, auxiliares, famílias e de toda a comunidade educativa, traduziu-se em mais de 11.000€ em prémios de participação atribuídos às escolas e instituições aderentes. Para incrementar a adesão ao Programa, a Amarsul disponibiliza aos estabelecimentos de ensino inscritos, equipamentos para a deposição seletiva de materiais, nomeadamente, ecobags para as salas de aula, contentores de 120l e sacos para as zonas exteriores do recinto escolar. Estão ainda contempladas ações de formação ambiental gratuitas, para os vários níveis escolares, onde se abordam os temas dos resíduos urbanos, nomeadamente as regras da reciclagem, as boas práticas na gestão de resíduos e a forma como se recolhem e tratam dos mesmos.

 

Com o Programa Ecovalor, a Amarsul garante que os resíduos recicláveis recolhidos voltam ao ciclo de produção e transformam-se em matéria-prima, premiando em simultâneo, as escolas pelo bom desempenho ambiental.

GLOBAL SAFETY STAND-DOWN | Momento de Segurança 26 de janeiro, 2024

Pela natureza exigente das dinâmicas e processos de trabalho da Amarsul, é fundamental a realização de ações formativas e informativas, que garantam uma consciencialização transversal a todos os trabalhadores, para a prevenção de acidentes e, consequentemente promoção de um ambiente de trabalho seguro.


Nesse sentido, decorreu, hoje, o GLOBAL SAFETY STAND-DOWN, em todas as operações das unidades de negócio do Grupo Mota-Engil. Esta sessão de esclarecimento, teve como objetivo alertar para os riscos e medidas de segurança que devem ser cumpridos por todos, a fim de evitar acidentes de trabalho graves.


Agradecemos a participação de cerca de 400 trabalhadores da Amarsul, pois só com o compromisso de todos, conseguimos construir um local de trabalho mais seguro e saudável!

 

 

 

Projeto piloto de recolha pap vidro 05 de fevereiro, 2024
Projeto piloto recolha porta a porta de vidro

 

A Amarsul arrancou, hoje, com um projeto piloto de recolha porta a porta de vidro, que contou com a habitual sensibilização por parte da nossa equipa, na zona da Quinta do Pé Leve – Arrentela.

 

Vamos realizar cerca de 700 ações de sensibilização, com entrega de contentor doméstico de 120 litros, para recolha vidro.

 

Para além da zona da Quinta do Pé Leve, também os Munícipes de Vale de Carros e da Cruz de Pau, vão receber, gratuitamente, este contentor para que possam fazer a devida separação do vidro, sem terem de se deslocar ao Ecoponto mais próximo.

 

A recolha será mensal, sendo que nos meses de julho, agosto e setembro, reforçamos para quinzenal, devido sazonalidade e a uma maior produção de resíduos.

 

Porque estamos todos comprometidos com o futuro do nosso Planeta, separar os resíduos para reciclar, é muito fácil e cómodo!

 

                                                                           
EGF e Fundação do Futebol unidos por uma Final Four sustentável 22 DE JANEIRO. 2024

Semana do Futebol Profissional volta a ser um Ecoevento onde serão promovidas boas práticas ambientais

 

Pela segunda época consecutiva, a EGF e a Fundação do Futebol – Liga Portugal convertem a Final Four da Allianz CUP num Ecoevento, que está a decorrer em Leiria, até ao dia 27 de janeiro.

 

Mais que três jogos de Futebol onde se irá consagrar o novo Campeão de Inverno, a Final Four é também uma semana plena de entretenimento e atividades que prometem dar um colorido muito especial à cidade do Lis e envolver toda a comunidade local, sendo, simultaneamente, um Ecoevento.

 

Durante esta semana, serão muitas as ativações de sensibilização ambiental promovidas pela EGF e pela Valorlis, responsável pela contentorização na área na Fan Zone, que estarão disponíveis a toda a comunidade no stand da Fundação do Futebol – Liga Portugal neste mesmo espaço, situado em pleno coração de Leiria.

 

Em dias de jogo, o Estádio Municipal de Leiria – Dr. Magalhães Pessoa contará com um reforço de contentorização de reciclagem, para que todo espetáculo futebolístico conte com um forte compromisso de sustentabilidade ambiental, como é apanágio da Fundação do Futebol.

 

Importa referir, ainda, que no dia 26 de janeiro será criada por alunos da Escola Secundária Domingos Sequeira, junto ao Estádio Municipal de Leiria, uma instalação artística feita com materiais reciclados recolhidos ao longo destes dias. Essa mesma instalação será depois exibida no dia mais aguardado por todos: a grande final, a 27 de janeiro.

 

Na aplicação Recycle Bingo, o jogo da EGF que incentiva e premeia as boas práticas ambientais, estará disponível uma missão especial e exclusiva para todos os utilizadores ao longo desta semana dedicada ao Futebol Profissional.

 

Este Ecoevento decorre no âmbito do protocolo de cooperação para a Sustentabilidade entre a EGF e a Fundação do Futebol, que prevê a organização e promoção conjunta de eventos e iniciativas relacionados com as respetivas áreas de atuação.

 

Estão, por isso, reunidos todos os condimentos para que esta seja uma grande festa do Futebol Profissional e com total respeito pelos seus compromissos ambientais!

 

 

Sobre a EGF:

A EGF é uma empresa europeia de referência no setor ambiental e líder no tratamento e valorização de resíduos em Portugal. Integrada no Grupo MOTA-ENGIL, é responsável por assegurar o tratamento e valorização de resíduos, da forma ambientalmente mais correta e economicamente sustentável, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e do ambiente.

A gestão dos sistemas de tratamento e valorização de resíduos é feita através de 11 empresas concessionárias (Algar, Amarsul, Ersuc, Resiestrela, Resinorte, Resulima, Suldouro, Valorlis, Valorminho, Valnor, Valorsul), constituídas em parceria com os municípios servidos, que processam anualmente cerca de 3,3 milhões de toneladas de resíduos urbanos (RU), servindo uma população de 6,3 milhões de pessoas distribuídas por 174 municípios, numa área equivalente a 60% do território em Portugal.

 

Sobre a VALORLIS

A VALORLIS é a empresa que gere a recolha seletiva e o tratamento de resíduos urbanos dos municípios de Batalha, Leiria, Marinha Grande, Ourém, Pombal e Porto de Mós e continua a apostar na sensibilização junto da comunidade, de modo a garantir um adequado funcionamento do sistema de gestão de resíduos urbanos da região.

 

Sobre a Fundação do Futebol – Liga Portugal:

A Fundação do Futebol tem como objetivo utilizar a notoriedade do Futebol, dos seus intervenientes e das competições profissionais em prol da Responsabilidade Social e da promoção da Sustentabilidade Ecológica, por um Futebol positivo e tolerante tendo em vista uma sociedade mais inclusiva e equitativa.

Tudo isto sendo uma entidade de referência nacional e internacional na área da Responsabilidade Social empresarial e no âmbito do Futebol Profissional, desenvolvendo ações criadoras de valor para a Sociedade Civil, através dos valores do Futebol.

Mais informações em: https://fundacaodofutebol.ligaportugal.pt/

 

 

A Ginja de Natal é um Ecoevento 22 DE DEZEMBRO, 2023

A Ginja do Natal’23 irá realizar-se no dia 24 de dezembro, no Largo do Mercado 1º de Maio, no Barreiro.

 

A Ginja do Natal’23 é um evento espontâneo em que a população se une num brinde à amizade.

E uma vez mais a tradição sai às ruas para celebrar o Natal com uma ginginha.

 

A Amarsul associa-se aos festejos da Ginja do Natal’23 e apoia esta iniciativa como Ecoevento, através da cedência de ecopontos para a reciclagem, recolha seletiva dos recicláveis e entrega de valor de contrapartida para apoio da Refood.

 

Todas as embalagens produzidas durante este Ecoevento serão separadas e encaminhadas para reciclagem nas instalações da Amarsul.

 

A ideia é festejar o Natal com a Ginjinha, mas sem esquecer de colocar as embalagens de plástico, metal e vidro nos Ecopontos corretos, disponíveis no recinto e cedidos pela Amarsul.

 

Quanto maior a quantidade encaminhada para reciclagem maior será o donativo entregue à Refood, no âmbito deste Ecoevento, certificado pela Amarsul.

 

Um Ecoevento é um evento que assegura as boas práticas de gestão de resíduos e que pode ajudar uma instituição de solidariedade social de acordo com as quantidades de recicláveis que aí são separadas. Saiba mais aqui: https://www.amarsul.pt/pt/sustentabilidade/educacao-ambiental/ecoeventos/.

 

EGF APOIA ESCOLA AMIGA DA CRIANÇA EM ESTUDO SOBRE FELICIDADE E BEM-ESTAR NAS ESCOLAS PORTUGUESAS 21 DE NOVEMBRO, 2023

EGF APOIA ESCOLA AMIGA DA CRIANÇA EM ESTUDO SOBRE FELICIDADE E BEM-ESTAR NAS ESCOLAS PORTUGUESAS

 

A EGF e a Escola Amiga da Criança promovem, pela primeira vez, um estudo inovador que avalia a felicidade e o bem-estar de alunos e professores nas escolas portuguesas. A iniciativa, que juntou a LeYa à Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade Católica Portuguesa, à Católica Porto Business School, ao Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa, ao Instituto de Saúde Ambiental/Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, e à equipa Aventura Social, em parceria com a Escola Amiga da Criança (LeYa Educação, CONFAP e Eduardo Sá), acaba de lançar o estudo “Bem-estar e felicidade nas escolas portuguesas” que se baseia na realização, no último ano letivo, de inquéritos a mais de cinco mil professores e a mais de três mil alunos de todos os níveis de ensino.

 

O estudo pretendeu caraterizar a perceção de felicidade dos alunos e professores portugueses na escola, atendendo às dimensões de bem-estar geral, bem-estar na escola e esperança, e, ainda, identificar, por um lado, a influência dos contextos e/ou ecossistemas (escola, colegas e família) e, por outro, a importância que a perceção de um desenvolvimento sustentável do planeta tem na perceção de felicidade.

 

Emídio Pinheiro, Presidente do Conselho de Administração da EGF, afirma: “Acreditamos na educação e no seu potencial de mudança quanto aos temas de sustentabilidade ambiental. E acreditamos também que é preciso estudar e aceder a informação que nos oriente na melhor tomada de decisão”.

 

Neste âmbito, os professores têm maiores preocupações de sustentabilidade e ambientais do que os alunos. Contudo, os alunos apresentam, no geral, valores de felicidade superiores aos dos professores. Há uma diferença substancial entre as expetativas dos alunos quanto ao seu bem-estar hoje e aquele que esperam alcançar dentro de 5 anos; em menor grau, também os professores esperam alcançar maior bem-estar dentro de 5 anos.

O lançamento do estudo acontece enquanto decorre a Semana Europeia de Prevenção de Resíduos que, este ano, tem como mote “EMBALAGENS | NÃO TE DEIXES EMBRULHAR!”, com diferentes ações em toda a Europa, nas quais a EGF participa há muitos anos.

 

Consulte as conclusões do estudo “Bem-estar e felicidade nas escolas portuguesas” no PDF

 

 

EGF renova parceria com a Fundação do Futebol 31 DE OUTUBRO, 2023

EGF renova parceria com a Fundação do Futebol

 

Novo acordo foi firmado para mais um ano de trabalhos

com foco na sustentabilidade ambiental do Futebol Profissional

  

 

A EGF e Fundação do Futebol – Liga de Portugal, renovaram o protocolo de cooperação para a área da Sustentabilidade, reconhecendo que a parceria de sucesso permitiu ao Futebol Profissional dar passos sólidos na gestão de resíduos.

 

A parceria, em vigor desde 2022, já promoveu a colocação de 72 contentores para a separação seletiva de resíduos junto aos bancos das equipas técnicas, nos 36 estádios onde se disputam jogos das competições organizadas pela Liga Portugal.

 

A assinatura da renovação de parceria contou com a Mascote da Liga Portugal – “O Ligas” foi até à EGF e entregou o contrato que marca mais um ano de aposta na sustentabilidade ambiental no futebol português.

 

Este é o grande mote para a extensão da parceria que se tem revelado um enorme sucesso para ambas as partes: o desenvolvimento de novos projetos na área da Sustentabilidade, em concreto na gestão de resíduos, que sejam estimulantes para que todos os Clubes se continuem a associar e a participar de forma inequívoca.

 

A Liga Portugal pretende manter a colaboração da EGF em todos os eventos organizados pelo organismo que tutela o Futebol Profissional, de forma a torná-los mais sustentáveis e a passar uma mensagem clara a todos os adeptos: O Futebol Profissional caminha de mãos dadas com a Sustentabilidade!

 

 

 

 

 

Linha de Reciclagem assinala dois anos 27 DE OUTUBRO, 2023

Linha de Reciclagem assinala dois anos

Serviço de atendimento gratuito dedicado aos cidadãos

 

A Linha da Reciclagem do Grupo EGF, um serviço de atendimento público, gratuito e nacional dedicado a dar respostas e soluções aos cidadãos quanto às suas dúvidas relacionadas com a recolha e tratamento de resíduos urbanos assinala hoje dois anos.

 

Lançada em 27 de outubro de 2021, a Linha da Reciclagem já recebeu mais de 81.500 contactos, conseguindo ultrapassar só este ano mais de 46 mil contactos, realizados sobretudo via telefone, email ou website. Apoiada numa equipa de profissionais especializados que dão resposta à população de todo o país, a Linha da Reciclagem é um canal de contacto para o qual o cidadão pode ligar de forma gratuita, com a certeza de que do outro lado está um operador pronto a ajudar a resolver o problema que tem em mãos.

 

A inovação da Linha da Reciclagem está nos processos e na forma expedita como as 11 empresas concessionárias da EGF se articulam para dar resposta a uma necessidade com poucas soluções nacionais – se alguém tem resíduos para entregar e não sabe onde; quais os procedimentos; dúvidas sobre reciclagem; e todo um conjunto de outras questões que este serviço pode ajudar a resolver.

 

No seguimento da necessidade crescente, por parte dos cidadãos, em adotar comportamentos ambientais adequados e de terem disponível um canal de contacto simples e cómodo, a EGF tem planos para o próximo ano que trazem mais funcionalidades interativas e utilização de inteligência artificial, nomeadamente na ligação dos contactos por parte dos cidadãos e a gestão das rotas dinâmicas implementadas em todo o Grupo, que permitirão uma gestão de resíduos mais eficiente.

 

Em apenas dois anos de atividade, a Linha da Reciclagem foi já distinguida com o Grande Prémio APCE 2021, na categoria de Multimédia Externo: Website, blog e apps externas; e com a Menção Honrosa do Prémio de Reconhecimento de Práticas em Responsabilidade Social e Sustentabilidade, da APEE, na categoria do Objetivo 11 de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecido pela Organização das Nações Unidas até 2030: Cidades e Comunidades Sustentáveis.

 

A Linha da Reciclagem funciona gratuitamente, de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 19h00, através dos seguintes contactos: Telefone: 800 911 400; email: atendimento@linhadareciclagem.pt, website: www.linhadareciclagem.pt ou pelas redes sociais no Facebook, Linkedin e Instagram.

 

Clique aqui para assistir ao vídeo oficial da Linha da Reciclagem - https://vimeo.com/878316162?share=copy

AMARSUL promove participação pública no PAPERSU 24 DE OUTUBRO, 2023

Planos de Ação para a Aplicação do

Plano Estratégico para os Resíduos Urbanos 2030

 

AMARSUL promove participação pública no PAPERSU

A AMARSUL promove a participação pública no PAPERSU que se encontra em desenvolvimento – o Plano de Ação para a Aplicação do Plano Estratégico para os Resíduos Urbanos 2030 na península de Setúbal.

 

O papel dos cidadãos é fundamental para o sucesso das políticas e das medidas a implementar, e é com este foco que a AMARSUL apela à participação dos cidadãos enquanto gestores de recursos que colaboram no processo de decisão. A participação é feita no website da Amarsul em www.amarsul.pt/pt/sustentabilidade/papersu/ até ao dia 10 de novembro de 2023. É neste link do website que se encontra o formulário de participação pública onde cada participante poderá deixar as suas sugestões.

 

O plano, que neste momento se encontra em desenvolvimento por parte dos municípios e dos Sistemas de Tratamento de Resíduos Urbanos em todo o país, deve incorporar sugestões e propostas por parte dos cidadãos.

 

METAS AMBIENTAIS EXIGENTES

As Metas Ambientais Europeias a que Portugal está sujeito entre 2030 e 2035 são muito exigentes. A Meta da Reciclagem implica atingir entre 60% e 65% do total dos resíduos urbanos existentes, e a Meta de Deposição em Aterro em 2035 não poderá ultrapassar os 10% da totalidade dos resíduos urbanos tratados, o que naturalmente impõe uma alteração profunda aos hábitos da população portuguesa. Em 2021, em Portugal, 56% dos resíduos foram depositados em Aterro e a Meta da Reciclagem atingiu os 32%, e esta é a referência de partida a nível nacional.

 

Programa Ecovalor reforça sensibilização ambiental em escolas de todo o país e apresenta nova imagem 10 DE OUTUBRO, 2023

Nova edição do programa de boas práticas ambientais da EGF

 

O programa de promoção de boas práticas ambientais em escolas de todo o país, que premeia quem apresenta melhor desempenho na reciclagem – o Ecovalor – regressa para mais um ano letivo e com uma nova imagem.

 

Focada nas pessoas que participam no projeto ambiental, a nova imagem do Ecovalor destaca as pessoas que participam no programa, desde o ensino primário até ao secundário. Com uma mensagem simples, mas direta, assente em “Recicla e Ganha”. “Nas escolas reciclar dá prémios” ou “Com o Programa Ecovalor, reciclar é ganhar”, as mensagens do programa pretendem reforçar a sensibilização ambiental da comunidade escolar para a prática diária da reciclagem.

 

Emídio Pinheiro, Presidente do Conselho de Administração da EGF, destaca “o contributo do programa Ecovalor, para a promoção das boas práticas ambientais e para a valorização da importância da reciclagem de resíduos, com desempenhos crescentes e significativos de ano para ano”.

 

Promovido em todo o país pela EGF e pela AMARSUL, o Programa Ecovalor destina-se a todas as comunidades escolares dos 174 municípios que integram a área de intervenção das 11 concessionárias da empresa, que pretendam candidatar-se, através da Linha da Reciclagem, para o desenvolvimento de atividades de educação e sensibilização ambiental dedicadas ao tema dos resíduos urbanos.

 

Todas as comunidades escolares, desde alunos, professores, auxiliares e famílias, têm a oportunidade de participar em atividades que promovem as vantagens das boas práticas ambientais no âmbito da valorização dos resíduos urbanos, motivando, através do contacto direto, alterações de comportamentos que permitam melhorar o desempenho ambiental dos municípios.

 

No ano letivo anterior participaram 1.029 escolas, desde o Jardim de Infância ao Ensino Secundário, no concurso “Recicla e Ganha”, conseguindo recolher 3.520 toneladas de materiais para reciclagem: 1.876 de cartão e papel, 526 de vidro e 1.118 de plástico e metal. A EGF, através das suas 11 concessionárias, atribuiu ainda um valor global de 178.131€ em prémios no ano passado. O prémio foi utilizado em função das necessidades do estabelecimento escolar, nomeadamente para a aquisição de equipamentos para a aula de Educação Física, quadros interativos, materiais pedagógicos ou pequenas obras no recinto.

 

No âmbito deste programa, a EGF e a AMARSUL promovem ainda ações de sensibilização, visitas de estudo às concessionárias e o concurso “Recicla e Ganha”, que, com candidaturas abertas até ao dia 31 de dezembro, mobiliza as comunidades escolares para a separação das embalagens e premeia o bom desempenho na recolha de embalagens. Promove também a campanha “Escola Electrão”, focada na recolha de pilhas e equipamentos elétricos usados também nos estabelecimentos de ensino e é parceira da 7ª edição da Escola Amiga da Criança.

 

Este programa tem ainda variações quanto à logística de recolha (adaptada a cada região) e ofertas específicas por zonas do país, dinamizadas pelas concessionárias da EGF.

 

Mais informações e inscrições através da Linha da Reciclagem:

Telefone gratuito: 800 911 400

Email: atendimento@linhadareciclagem.pt

Website: www.linhadareciclagem.pt

“Escola Electrão” associa-se ao Programa Ecovalor da EGF para impulsionar reciclagem de embalagens, pilhas e equipamentos elétricos nas escolas 25 DE SETEMBRO, 2023

25 de setembro – Dia Nacional da Sustentabilidade

 

Electrão e EGF unem esforços para fortalecer sensibilização ambiental e aumentar recolhas  

 

A campanha “Escola Electrão”, focada na recolha de pilhas e equipamentos elétricos usados, vai associar-se ao concurso “Recicla e Ganha”, uma iniciativa do Programa Ecovalor da EGF, direcionada para a recolha de embalagens nos estabelecimentos de ensino. Electrão e EGF unem assim esforços para reforçar as ações de sensibilização junto da comunidade e impulsionar a reciclagem.

 

Esta procura de sinergias é anunciada esta segunda-feira, 25 de setembro, Dia Nacional da Sustentabilidade, data em que a Organização das Nações Unidas deu a conhecer os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) a atingir em 2030. Os ODS incluem metas como a produção e consumo sustentáveis (ODS 12), proteção da vida terrestre (ODS 15) e todas as parcerias para a implementação destes objetivos (ODS 17).

 

“Com esta procura de sinergias entre as duas campanhas queremos intensificar a sensibilização ambiental e garantir melhores resultados de recolhas de embalagens, pilhas e equipamentos elétricos usados. Só reaproveitando os recursos que já existem podemos tornar a nossa Economia cada vez mais Circular, menos dependente da extração de novos materiais e mais sustentável”, sublinha o Diretor-Geral do Electrão, Ricardo Furtado.

 

 

Para Emídio Pinheiro, Presidente do Conselho de Administração da EGF, “esta parceria é uma mais-valia para todas as partes, que desta forma oferece a mais escolas uma solução cómoda e eficaz de encaminhamento de resíduos, permitindo a sua transformação em recursos”.

 

A campanha “Escola Electrão”, que entra na 13ª edição neste ano letivo de 2023/2024, envolvendo mais de 400 escolas, é um projeto do Electrão que tem por objetivo sensibilizar e envolver professores, alunos, funcionários, pais e toda comunidade, em geral, no esforço da reciclagem, com a recolha de pilhas e equipamentos elétricos usados ao longo do ano letivo.  Como contrapartida pelo seu envolvimento as escolas aderentes podem receber vales para a compra de novos equipamentos elétricos com base num sistema de pontos atribuídos em função da quantidade de resíduos recolhidos.

 

O concurso de reciclagem “Recicla e Ganha”, que integra o programa Ecovalor da EGF, envolve mais de 1000 escolas nos 174 municípios servidos pelas empresas do grupo EGF. Tem como objetivo promover boas práticas ambientais em estabelecimentos de ensino em todo o país, premiando aquelas que apresentam melhor desempenho na reciclagem das embalagens usadas. As escolas também recebem prémios monetários como forma de reconhecimento do bom desempenho na quantidade de embalagens separadas para reciclar.

 

Na última edição da “Escola Electrão” foram recolhidas mais de 300 toneladas de pilhas e equipamentos elétricos nos vários estabelecimentos de ensino aderentes à campanha. No último ano, no universo das 11 concessionárias EGF, o concurso “Recicla e Ganha” reuniu 3.520 toneladas de materiais para reciclagem:  1.876 toneladas de papel/cartão, 526 toneladas de vidro e 1.118 toneladas de plástico/metal/pacotes de bebida.

 

Com o Quim Toca a Reciclar 9 DE AGOSTO, 2023

Boas práticas ambientais e incentivos à reciclagem:

Quim Barreiros é protagonista de campanha da EGF

“Com o Quim Toca a Reciclar”

 

O artista português Quim Barreiros é o protagonista da campanha da EGF “Com o Quim toca a reciclar”.

 

Inspirada na nova música do Quim Barreiros “Lixo Zero”, a EGF desenvolveu uma campanha de comunicação em torno deste universo, que promove boas práticas ambientais e incentiva à reciclagem.

 

A campanha “Com o Quim toca a reciclar” vai estar disponível no site institucional e nas redes sociais  da EGF e das suas 11 concessionárias, de Norte a Sul do país, bem como na aplicação Recycle Bingo, com destaque para a música “Lixo Zero” que promove bons comportamentos ambientais. Na aplicação, o cidadão vai encontrar o Quim Barreiros como nova personagem e mestre da reciclagem, e um sábio que se chama “Lixo Zero” e com os quais os utilizadores poderão jogar em realidade aumentada.

 

Procurando alcançar de forma abrangente vários públicos através da música, a campanha “Com o Quim Toca a Reciclar” pretende alertar para a necessidade de se implementar boas práticas ambientais no dia-a-dia, desafiando os cidadãos a reciclarem sempre e em qualquer lugar.

 

Oiça a música "Lixo Zero" aqui: https://www.youtube.com/watch?v=tKGKLx-ZTcw

 

 

Linha da Reciclagem – Novo Horário 31 DE JULHO, 2023

Linha da Reciclagem – Novo Horário

A partir do dia 1 de agosto a Linha da Reciclagem tem um novo horário.

A linha de atendimento ao cliente passará a funcionar de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 19h00.

Do outro lado da linha encontrará operadores experientes que o vão ajudar com todas as dúvidas e questões para as quais precise de ajuda e que estejam relacionados com os resíduos e recursos que gerimos todos os dias.

 

A Linha da Reciclagem é um serviço de atendimento PÚBLICO, GRATUITO e NACIONAL que foi criado para dar respostas eficazes ao cidadão, nomeadamente para responder a dúvidas, pedidos de informação, sugestões, reclamações, elogios e pedidos de serviço relacionados com a recolha e tratamento de resíduos urbanos.

 

Este serviço do Grupo EGF tem disponíveis os seguintes contactos:

 

CONTACTOS LINHA DA RECICLAGEM

Telefone Gratuito: 800 911 400

Email: atendimento@linhadareciclagem.pt

Horário: segunda a sexta-feira, entre as 09h00 e as 19h00

 

Para mais informações sobre esta iniciativa, consulte o website www.linhadareciclagem.pt

Relatório de Sustentabilidade Mota-Engil 2022 28 DE JULHO, 2023

Relatório de Sustentabilidade Mota-Engil 2022

Sob o mote “Paradigm Shift – Actions for a Sustainable future”, a Mota Engil publicou o Relatório de Sustentabilidade de 2022, publicação para a qual a EGF e as várias Concessionárias contribuíram com informação específica sobre a sua atividade.

 

Nesta publicação é possível encontrar informação Ambiental, Social e Económica específica sobre a atividade de tratamento e valorização de resíduos, entre outra informação útil nos vários setores em que o Grupo Mota-Engil atua.

 

 

 

Para mais informações e download:

Relatório de Sustentabilidade 2022

Tabela GRI

Dia da Reciclagem | EGF promove experiência virtual 17 DE MAIO, 2023

Para assinalar o Dia da Reciclagem, que se comemora hoje, e contribuir para uma maior sensibilização ambiental da população, a EGF apresenta Visitas Virtuais às suas diferentes unidades de tratamento e valorização de resíduos urbanos, disponíveis online no website da EGF e das suas 11 concessionárias.

 

Procurando alertar o cidadão para o seu papel enquanto gestor de recursos, as Visitas Virtuais às unidades da EGF pretendem partilhar a experiência nos diferentes processos, valorizando o percurso do tratamento de resíduos, desde que o lixo é recolhido até à sua transformação.

 

Ao longo das Visitas Virtuais é possível conhecer todo o processo de tratamento e valorização de resíduos, desde a recolha nos ecopontos de rua ou porta a porta, passando pelo seu tratamento nas diferentes as unidades e, posteriormente, à sua triagem, reciclagem e transformação em novos produtos, promovendo a economia circular.

 

Disponíveis com locução em Português e Inglês, as Visitas Virtuais mostram muitos espaços das instalações filmados em 360º e permitem viajar por cinco diferentes centrais de tratamento de resíduos, nomeadamente: centros de triagem, centrais de valorização orgânica e de tratamento mecânico e biológico, central de valorização energética da Valorsul e aterros sanitários.

 

Com esta iniciativa, a EGF reforça a sua missão de educação ambiental, mostra o que acontece ao lixo dos Portugueses e promove a adoção de comportamentos ambientais adequados de prevenção, reutilização e reciclagem.

 

As Visitas Virtuais estão disponíveis no site da AMARSUL através do link.

 

 

Sobre a EGF

A EGF é uma empresa europeia de referência no setor ambiental e líder no tratamento e valorização de resíduos em Portugal. Integrada no Grupo MOTA-ENGIL, é responsável por assegurar o tratamento e valorização de resíduos, da forma ambientalmente mais correta e economicamente sustentável, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e do ambiente.

A gestão dos sistemas de tratamento e valorização de resíduos é feita através de 11 empresas concessionárias (Algar, Amarsul, Ersuc, Resiestrela, Resinorte, Resulima, Suldouro, Valorlis, Valorminho, Valnor, Valorsul), constituídas em parceria com os municípios servidos, que processam anualmente cerca de 3,3 milhões de toneladas de resíduos urbanos (RU), servindo uma população de 6,2 milhões de pessoas distribuídas por 174 municípios, numa área equivalente a 60% do território em Portugal.

 

Mais informação em https://www.egf.pt/

 

Secretário de Estado do Ambiente visita a nova unidade de Tratamento Biológico no Ecoparque de Palmela - Amarsul 29 DE MARÇO, 2023

A Amarsul recebeu a visita do Secretário de Estado do Ambiente, Hugo Polido Pires, à nova unidade de Tratamento Biológico no Ecoparque de Palmela, atualmente em construção. Esta unidade representa um investimento significativo na região que passou a ter capacidade de tratamento para 50 mil toneladas de biorresíduos recolhidos seletivamente.

 

O investimento nesta infraestrutura, que é partilhada pela Amarsul e pela Valorsul, faz parte da estratégia para o cumprimento das Metas Europeias de Reciclagem, sobretudo para o desvio de resíduos orgânicos de aterro sanitário, melhorando o serviço prestado a população da Península de Setúbal.

 

Para Luís Masiello, Presidente do Conselho de Administração da Amarsul, “É, para nós, um enorme prazer receber a visita do Sr. Secretário de Estado Hugo Polido Pires, nas nossas instalações, e guiá-lo na Unidade de Tratamento Biológico. Esta unidade permite o tratamento de 50 mil toneladas de biorresíduos por ano que depois transformamos em composto, era um investimento absolutamente necessário para avançarmos nos compromissos assumidos pelo País. Este investimento trouxe-nos uma maior capacidade de servir os municípios envolventes e trabalhar para cumprir as metas europeias de reciclagem.”

 

O investimento na nova infraestrutura será na ordem dos 17 milhões de euros, cofinanciado pelo POSEUR e pelo BEI. Está implantada numa área de 26 500 m2, e encontra-se em fase avançada de construção. Tem capacidade para receber 50 mil toneladas de resíduos orgânicos por ano, oriundos da recolha seletiva dos Municípios, com uma produção estimada de 8.500 toneladas de composto, por ano, para utilização como corretivo orgânico de terrenos agrícolas.

 

 

+Info: Susana Silva| Telemóvel: 961 021 722 | E-mail: comunicacao@amarsul.pt

 

Sobre a Amarsul

A Amarsul é responsável pelo tratamento e valorização dos resíduos urbanos dos 9 municípios da Península de Setúbal: Alcochete, Almada, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal.

 

Em 2022, a Amarsul tratou 461 mil toneladas de resíduos tendo valorizado 46 mil toneladas de recicláveis, em 10 instalações. A empresa conta com a colaboração de cerca de 400 trabalhadores, que servem diariamente os 800 mil habitantes da península. 

 

A Amarsul procede também à valorização energética dos resíduos, a partir da extração do biogás, produzindo anualmente cerca de 20 GWh de energia elétrica, a qual é injetada na Rede Elétrica Nacional. Produziu ainda, 9 mil toneladas de corretivos orgânicos que foram aplicados em culturas arbóreas e arbustivas, nomeadamente pomares, olivais, vinhas e espécies silvícolas. Estes corretivos de solos são obtidos através da valorização orgânica dos bioresíduos recebidos, quer os provenientes da recolha indiferenciada quer da recolha seletiva, em condições rigorosamente controladas.

 

Instalação de 625 vidrões com sensores de nível de enchimento 17 DE MARÇO, 2023

A Amarsul continua a apostar no serviço de recolha porta a porta em residências através do projeto “Reciclar Doce Reciclar”.

 

Em 2022, foi implementada no Município de Setúbal, em zonas de residências, a recolha seletiva de resíduos recicláveis (papel/cartão e embalagens plásticas/metálicas), em áreas já servidas pela recolha porta a porta de biorresíduos, tendo abrangido cerca de 9.500 lares nas freguesias de Gâmbia-Pontes-Alto Guerra, Sado, Setúbal, São Sebastião e Azeitão.

 

A par desta expansão, estamos a reforçar as mesmas freguesias com a colocação de 625 vidrões com sensores de enchimento, para garantir a recolha seletiva de vidro. Estes sensores permitem obter informação sobre o seu estado de enchimento, de modo a promover a sua recolha antecipadamente e evitar transbordos, garantindo assim a melhoria contínua da qualidade do serviço prestado.

 

A Amarsul encontra-se empenhada em prestar cada vez mais, um melhor serviço à população, disponibilizando mais contentores para deposição de resíduos recicláveis, reduzindo assim, os resíduos que são encaminhados para aterro.

 

Este projeto é cofinanciado pelo POSEUR – Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.

 

NOVOS CALENDÁRIOS DE RECOLHA SELETIVA 2023 22 DE DEZEMBRO, 2022

A Amarsul já tem disponível para consulta, os novos calendários de recolha seletiva porta a porta para 2023. Poderá consultar o calendário da sua área de residência através do QR Code ou em Recolha porta a porta

 

Informamos que os dias de recolha para 2023 na maioria dos circuitos se mantêm, com exceção dos mencionados abaixo:

- Circuitos D262A e D263A (PAP_45 e PAP_46): a recolha passa a ser realizada ao sábado entre as 6h e as 14h;

- Circuito D267A (PAP_50): a recolha passa a ser realizada às 3ª feiras entre as 6h e as 23h

- Circuitos D244A e D255A (PAP_29 e PAP_38): a recolha passa a ser realizada ao sábado entre as 6h e as 14h

 

Entretanto, os calendários chegarão a todos os aderentes, como habitual, por correio.

 

Para mais informação ou esclarecimentos, deve contactar o atendimento da Linha da Reciclagem através dos seguintes contactos: 800 911 400  ou atendimento@linhadareciclagem.pt

 

 

Nova Unidade de Tratamento Biológico 16 DE NOVEMBRO, 2022

A Amarsul faz nova aposta no tratamento e valorização orgânica, ao avançar com a construção de uma nova unidade de tratamento biológico no Ecoparque de Palmela, um investimento significativo na região com o propósito de alcançar as metas estabelecidas no tratamento de biorresíduos, oferecendo uma alternativa válida à deposição de resíduos em aterro, e melhorar, assim, o serviço prestado à população da Península de Setúbal.

 

Com um investimento da ordem dos 18 milhões de euros, a nova infraestrutura, com 26 500 m2, encontra-se já em fase avançada de construção. Terá uma capacidade para receber 50 mil toneladas de resíduos orgânicos por ano, oriundos da recolha seletiva dos Municípios, com uma produção estimada de 8.500 toneladas de composto também ao ano, para utilização como corretivo orgânico de terrenos agrícolas.

 

A sua construção obedece aos mais rigorosos requisitos e certificações, tanto no sistema de impermeabilização, arejamento, como na drenagem e encaminhamento de lixiviados, estando a ser utilizado equipamento, material e tecnologia de ponta, assegurando os padrões ambientais cada vez mais exigentes bem como a utilização das melhores tecnologias disponíveis.

 

No âmbito deste investimento, também a unidade de Tratamento Mecânico, onde são depositados os resíduos indiferenciados, será alvo de uma requalificação, por forma a melhorar o processo de pré-tratamento, processamento e separação da matéria orgânica dos demais resíduos, para posterior encaminhamento para a nova unidade.

 

Estima-se que a nova unidade de Tratamento Biológico entre em funcionamento em meados do próximo ano 2023.

Ano Letivo 2022/2023 | EGF INTEGRA ESCOLA AMIGA DA CRIANÇA 05 DE NOVEMBRO, 2022

A EGF integra a Escola Amiga da Criança, sendo um dos parceiros principais desta iniciativa com foco nos temas da Sustentabilidade e Felicidade nas Escolas.

 

A Escola Amiga da Criança e a EGF assinaram um protocolo de cooperação para o ano letivo 2022/2023, no qual se comprometem a colaborar para a promoção e desenvolvimento de estudos científicos sobre questões relacionadas com a escola, as suas pessoas e ecossistemas envolventes.

 

No âmbito desta parceria, a Escola Amiga da Criança e a EGF vão promover um primeiro estudo, que tem prevista a publicação de resultados no 1.º trimestre de 202, que pretende avaliar e caraterizar a Felicidade nas Escolas, com os seguintes objetivos:

 

  • Caracterizar a perceção de felicidade na escola dos alunos e professores portugueses (desde o 2.º CEB ao Ensino Secundário), atendendo às seguintes dimensões: esperança, empenho, pertença, aprendizagem social e emocional e bem-estar. Serão ainda consideradas as dimensões: Sentir bem/propósito; Saúde subjetiva; Exercício saudável; Alimentação saudável (Feel well/Meaning; Subjective health; Move Well; Eat Well, in Marujo & Neto, 2011).
  • Aferir a influência dos climas e/ou ecossistemas (escola, colegas e família) na perceção da felicidade de alunos e professores.
  • Aferir a importância que a perceção de um desenvolvimento sustentável do planeta tem na perceção de felicidade.
  • Criar um observatório, como projeto de longo prazo, para a recolha periódica destes dados, que nos permita comparar os inquiridos aquando do início de um ciclo de estudos e no fim do mesmo.
  • Construir um índice de felicidade das escolas portuguesas, também um projeto a longo prazo.

 

 

Prémios para as escolas

A Escola Amiga da Criança atribui todos os anos prémios às escolas com os melhores projetos em vários temas, e a EGF assumiu o apoio aos projetos de Sustentabilidade com prémios especiais nesta categoria – a possibilidade de receber a visita de planetários itinerantes e o desenvolvimento de mascotes especiais na APP Recycle BinGo (www.recyclebingo.pt).

 

Esta parceria será ainda promovida no Programa Ecovalor, um programa escolar que o Grupo EGF desenvolve há mais de 20 anos e em parceria com os municípios, que tem como oferta atividades educativas de incentivo às boas práticas ambientais sobre resíduos urbanos, e que inclui ações de sensibilização e formação, workshops, concursos e informação pedagógica para toda a comunidade escolar.

 

As candidaturas decorrem até ao dia 30 de junho de 2023, através do site oficial do projeto https://escolaamiga.pt/, onde também se encontram todas as informações sobre a iniciativa.

 

O projeto vencedor ganha 5.000€ (cinco mil euros) em livros LeYa.

A Escola Amiga da Criança premeia adicionalmente o projeto vencedor de cada categoria com 1000€ em livros LeYa para as bibliotecas das escolas e prémios adicionais por parte dos parceiros envolvidos na iniciativa.

 

Sobre a Escola Amiga da Criança

A Escola Amiga da Criança é a iniciativa conjunta da CONFAP (Confederação Nacional das Associações de Pais), da LeYa e do psicólogo Eduardo Sá, que visa distinguir e reconhecer escolas que concebem e concretizam ideias extraordinárias, contribuindo para um desenvolvimento mais feliz e completo da criança no espaço escolar.

 

A 6.ª edição da iniciativa conta também com o apoio da Fundação Altice, REN, Católica do Porto Business School, a Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade Católica Portuguesa, o Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, a Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa, a Sociedade Ponto Verde, a Associação Mutualista Montepio, The Inventors, Fábrica Centro Ciência Viva da Universidade de Aveiro, EKUI, Associação ACEGIS, Solfut, Maped, Jardim Zoológico de Lisboa e o Oceanário.

Mais informação em https://escolaamiga.pt/

 

Sobre a EGF

A EGF é uma empresa europeia de referência no setor ambiental e líder no tratamento e valorização de resíduos em Portugal. Integrada no Grupo MOTA-ENGIL, é responsável por assegurar o tratamento e valorização de resíduos, da forma ambientalmente mais correta e economicamente sustentável, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e do ambiente.

A gestão dos sistemas de tratamento e valorização de resíduos é feita através de 11 empresas concessionárias (Algar, Amarsul, Ersuc, Resiestrela, Resinorte, Resulima, Suldouro, Valorlis, Valorminho, Valnor, Valorsul), constituídas em parceria com os municípios servidos, que processam anualmente cerca de 3,3 milhões de toneladas de resíduos urbanos (RU), servindo uma população de 6,2 milhões de pessoas distribuídas por 174 municípios, numa área equivalente a 60% do território em Portugal.

Mais informação em https://www.egf.pt/

 

Informações: Ana Loureiro |Telemóvel: 968601711 | E-mail: ana.loureiro@egf.pt

SEMANA EUROPEIA DA PREVENÇÃO DE RESÍDUOS 2022 21 DE NOVEMBRO, 2022

De 19 a 27 de novembro decorre a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos (SEPR), este ano dedicada ao tema “Têxteis – Circulares & Sustentáveis, o Lixo está fora de moda!”.

 

Nesta edição da SEPR, a EGF e as suas 11 concessionárias promovem atividades de sensibilização para a redução dos resíduos, a reutilização de produtos e a reciclagem de materiais.

 

A SEPR 2022 pretende chamar a atenção e criar consciência para a necessidade de trazer mais circularidade ao setor têxtil.

 

O consumo de têxteis na Europa tem o quarto maior impacto no ambiente e alterações climáticas, depois da alimentação, habitação e transportes. E está no top três sobre o uso da água e da terra e entre os cinco primeiros em termos de uso de matérias primas e emissão de gases de efeito estufa.

 

Durante esta semana, cidadãos, organizações privadas, entidades públicas e ONG’s organizam ações que pretendem alertar a sociedade para a realidade do consumo excessivo no setor têxtil e que alternativas existem. Esta iniciativa contempla também ações de prevenção, reutilização e reciclagem que abrangem diversos tipos de resíduos e inclui ainda campanhas de limpeza de vários espaços (praias, margens de rios, ruas, espaços verdes, etc).

 

Para mais informações sobre a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos 2022 visite: https://ewwr.eu/por/.

 

A EGF e as suas concessionárias, na SEPR, implementam e apoiam diversas atividades que contribuem para este objetivo da sensibilização para prevenção de resíduos e que assenta também nos 3 R’s: Reduzir, Reutilizar e Reciclar, e estes são a base da alteração dos hábitos da sociedade de consumo.

 

Ao longo da SEPR, a EGF vai estar nas “Manhãs da Comercial”, entre as 9h00 e as 10h00, a promover hábitos de prevenção de resíduos e a Linha da Reciclagem, https://linhadareciclagem.pt/, um serviço de atendimento gratuito que procura dar resposta a todas as questões sobre resíduos urbanos. Os temas que estarão no ar nesta animada emissão são sobre a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos e também vão esclarecer alguns dos mitos da reciclagem. 

Amarsul celebra 25 anos 15 DE NOVEMBRO, 2022

 

 

Nascemos em 1997 e estamos cá há 25 anos com o objetivo ambicioso de encontrar uma solução e destino para os milhares de toneladas de resíduos urbanos produzidos na Península de Setúbal.


O sistema de tratamento de resíduos urbanos da AMARSUL é uma referência na história da valorização de resíduos urbanos do nosso país.


Ao longo destes 25 anos, a AMARSUL investiu no potencial dos resíduos como verdadeiros recursos.


O resultado do trabalho desenvolvido este quarto de século é notável: por ano, produzimos energia elétrica para o abastecimento doméstico anual de 16 000 habitantes utilizando como matéria-prima exclusivamente os resíduos; produzimos mais de 9 mil toneladas de composto para a agricultura e 46 mil toneladas de materiais encaminhados para reciclagem.


A prioridade da AMARSUL é melhorar o serviço público de gestão de resíduos prestado aos municípios e à população em geral.

 

 

 

O nosso futuro continuará a passar por um forte investimento na inovação e no compromisso com os mais elevados padrões de qualidade, passando por estratégias inovadoras de sensibilização, pelo aumento da capacidade de recolha seletiva, pelo eficaz tratamento da matéria orgânica recolhida seletivamente e pela otimização das nossas infraestruturas de tratamento e valorização.


O território servido pela AMARSUL abrange uma área geográfica de 9 municípios, na qual residem 808 mil de habitantes. Por ano, recebemos e tratamos 464 mil toneladas de resíduos, valorizando todos os resíduos urbanos produzidos na Península de Setúbal.

II Edição Campanha "Mercado a Reciclar" 18 DE NOVEMBRO, 2022

A Amarsul iniciou no dia 6 de novembro, a II Edição da campanha “Mercado a Reciclar”, em parceria com a Junta de Freguesia de Azeitão, no Mercado Mensal de Azeitão - Município de Setúbal.

 

Durante a manhã, uma equipa da Amarsul esteve no Mercado Mensal de Azeitão a sensibilizar e motivar os comerciantes para a correta separação dos recicláveis e entregou 1 kit de reciclagem, composto por sacos coloridos para promover a correta separação de resíduos no recinto, evitando assim, a dispersão dos mesmos. Ao final da tarde, os monitores voltaram ao Mercado para recolher os sacos junto de cada feirante.

 

Com o sucesso da edição anterior, a Amarsul pretende manter o galardão de “Mercado a Reciclar” aos mercados aderentes, que se destacam pelo compromisso de redução do impacte ambiental resultante da sua atividade, promovendo a gestão adequada dos resíduos, bem como promover uma dinâmica de proximidade da Amarsul aos seus municípios, na resolução de problemas comuns, contribuindo assim para uma cidadania ativa no domínio do desenvolvimento sustentável e para a construção de uma sociedade mais eficiente na utilização dos seus recursos.

 

Um “Mercado a Reciclar” representa um mercado com caráter de responsabilidade e preocupação com a sustentabilidade, o que será um elemento diferenciador.

 

Esta campanha conta com o apoio da Sociedade Ponto Verde.

 

                                                               

Amarsul mais próxima dos cidadãos 04 DE JULHO, 2022

A Amarsul iniciou hoje um novo serviço de contacto e apoio aos cidadãos da sua região – a Linha da Reciclagem, um serviço de atendimento PÚBLICO, GRATUITO e NACIONAL que foi criado para dar respostas eficazes ao cidadão, nomeadamente para responder a dúvidas, pedidos de informação, sugestões, reclamações, elogios e pedidos de serviço relacionados com a recolha e tratamento de resíduos urbanos.

 

Este novo serviço do Grupo EGF, do qual a Amarsul faz parte, dá resposta a 9 municípios e tem disponíveis os seguintes contactos:

 

 

 

CONTACTOS LINHA DA RECICLAGEM

Telefone Gratuito: 800 911 400

Website: www.linhadareciclagem.pt   

Email: atendimento@linhadareciclagem.pt

 

A linha de atendimento funciona de segunda a sexta-feira, das 09h00 às 20h00, e do outro lado da linha encontrará operadores experientes que o vão ajudar com todas as dúvidas e questões para as quais precise de ajuda e que estejam relacionados com os resíduos e recursos que gerimos todos os dias. Também poderá utilizar o novo website com informações úteis e de contacto mais fácil e direto, que permitem resolver com eficácia as suas questões.

 

Para mais informações sobre esta iniciativa, consulte o website www.linhadareciclagem.pt

Instituições sociais que mais reciclaram em 2021, são premiadas pela Amarsul 17 de maio, 2022

Instituições sociais que mais reciclaram em 2021, são premiadas pela Amarsul

Mais de 500.000€ em apoios sociais, entregues por todo o país

 

Foram 214 as instituições sociais que participaram na campanha Toneladas de Ajuda em 2021 – a campanha dirigida às instituições sociais e disponível em cerca de 60% do território nacional. Foram mais de 74 mil pessoas que, apesar da pandemia, implementaram boas práticas de redução e reutilização de resíduos e reciclaram 3.779 toneladas de embalagens, superando significativamente os valores de 2020.

 

Todas estas instituições encaminharam para reciclar 2.852 toneladas de papel e cartão, 859 toneladas de plástico, metal e pacotes de bebida e 68 toneladas de vidro. O material separado pelas instituições foi encaminhado para reciclar e cada entidade recebe o seu prémio em função da quantidade de embalagens separada para reciclar, que este ano atingiu um recorde de 506.158 euros.

 

TOP+ | Campeões Regionais

Ao nível da área de abrangência da Amarsul, as instituições vencedoras foram o Banco Alimentar Contra a Fome de Setúbal, em primeiro lugar com 238 toneladas, seguida da Refood Seixal (13 toneladas) e da Refood Almada (7 toneladas). Estas foram as instituições vencedoras, reconhecidas pela EGF e pela concessionária da sua região.

 

Campanha Toneladas de Ajuda

A campanha de responsabilidade social Toneladas de Ajuda consiste em valorizar todos os resíduos recicláveis que as instituições sociais inscritas queiram entregar, nomeadamente embalagens plásticas, metálicas, papel, cartão e embalagens de vidro, em troca de uma contrapartida financeira.

Mais informações sobre esta iniciativa neste link: www.egf.pt/pt/sustentabilidade/educacao-ambiental/toneladas-de-ajuda/

 

Amarsul premeia escolas que mais reciclaram em 2021 17 de maio, 2022

Amarsul premeia escolas que mais reciclaram em 2021

O Grupo EGF divulga resultados de reciclagem nas escolas, participaram 884 escolas de Norte a Sul do país

 

Foram 884 os estabelecimentos de ensino que participaram no Programa Ecovalor em 2021 – o programa de educação ambiental dedicado em exclusivo à comunidade escolar e disponível em cerca de 60% do território nacional. Foram cerca de 274.460 alunos, professores e auxiliares que, apesar da pandemia, implementaram boas práticas de redução e reutilização de resíduos e reciclaram 2.458 toneladas de embalagens.

 

Todas estas escolas encaminharam para reciclar 1.684 toneladas de papel e cartão, 609 toneladas de plástico, metal e pacotes de bebida e 255 toneladas de vidro. O material separado pelos alunos foi encaminhado para reciclar e cada escola recebe o seu prémio em função da quantidade reciclada, num total de 122.896 euros.

 

TOP+ | Campeões Regionais

Na zona de abrangência da Amarsul, há a destacar a Faculdade de Ciências e Tecnologia, em primeiro lugar com 17 toneladas, seguida da EB 2,3 Qta. Nova da Telha (17 toneladas) e da Cooperativa de Ensino Superior Egas Moniz (11 toneladas). Estas foram as escolas vencedoras da 19.ª edição do programa, que já se encontra em preparação para o ano letivo de 2022-2023.

 

Programa Ecovalor

O Programa Ecovalor tem como objetivo promover boas práticas ambientais em estabelecimentos de ensino, premiando aquelas que apresentam melhor desempenho na reciclagem das suas embalagens usadas. Para além das ações de sensibilização (também disponíveis online), este programa assegura a recolha seletiva, entrega sacos e suportes e inclui o concurso Separa e Ganha – por cada saco de embalagens destinadas ao ecoponto amarelo, a escola receberá 0,50€. Os valores associados à reciclagem de papel/cartão e vidro é específica de algumas regiões, que já deram o passo na reciclagem de mais materiais.

Mais informações sobre esta iniciativa neste link: www.egf.pt/pt/sustentabilidade/educacao-ambiental/programa-ecovalor/

 

 

Amarsul aposta na recolha seletiva 23 DE MARÇO DE 2022

Amarsul aposta na recolha seletiva

 

A Amarsul continua a apostar na recolha seletiva e a efetuar investimentos de substituição de viaturas com o objetivo de renovar a sua frota e, desta forma, melhorar e aumentar o serviço de recolha de recicláveis prestado à população da Península de Setúbal.

 

A aquisição de sete novas viaturas para a recolha seletiva representa um investimento de quase 1 milhão de euros, que permitirá melhorar o serviço de recolha no comércio e serviços e na recolha em zonas residenciais.

 

Este investimento está integrado no processo de modernização da frota da recolha seletiva, com vista a obter um melhor desempenho operacional, aumentar a sustentabilidade económica e ambiental, o cumprimento das metas europeias de reciclagem e visando promover também uma melhoria das condições de trabalho das equipas da recolha seletiva.

 

A Amarsul conta assim com uma frota renovada, assegurando a recolha dos resíduos recicláveis nos 9 Municípios da Península de Setúbal e a valorização de resíduos de forma mais sustentável nas suas diversas áreas de atuação, assegurando padrões ambientais cada vez mais exigentes.

Árvores de Natal naturais para reciclar 30 DE DEZEMBRO

A EGF associou-se pelo segundo ano à campanha de Inverno da Green City Makers, que promove a reciclagem de árvores de Natal naturais para reciclar e, desta forma, dar um presente de Natal à Natureza.

Esta campanha vai decorrer entre os dias 10 e 16 de janeiro de 2022 em vários pontos do país, disponíveis para consulta em https://greencitymakers.com/campanha-inverno.

 

A campanha irá decorrer em vários pontos do país e conta com a colaboração de várias entidades, entre as quais a EGF. Os cidadãos que residam nos municípios das áreas de abrangência da Amarsul podem fazer a sua deposição nos locais e horários definidos, consulte a disponibilidade na tabela abaixo.

 

As Árvores de Natal naturais, que devem ser entregues sem enfeites e sem vasos, serão posteriormente processadas e transformadas em corretivos orgânicos, contribuindo assim para a melhoria dos solos do país. Uma parte do composto resultante das árvores entregues será doado a projetos de educação ambiental e à Green City Makers para a plantação de pequenos bosques.

 

Todas as famílias que usam a App Recycle Bingo e que entreguem a sua árvore de Natal natural nos ecocentros ou nos locais identificados das empresas do Grupo EGF, receberão ainda pontos adicionais no jogo que dá prémios a quem recicla e que podem transformar em prémios.

 

A Linha da Reciclagem, um serviço de atendimento do Grupo EGF, estará disponível para dar mais informações sobre esta campanha.

 

CONTACTOS LINHA DA RECICLAGEM

Telefone Gratuito: 800 911 400

Email: atendimento@linhadareciclagem.pt

Website: www.linhadareciclagem.pt

 

Consulte a tabela e conheça os horários e locais onde pode deixar a sua árvore de natal natural para reciclar.

 

Campanha Mercado a Reciclar 7 de novembro de 2021

A Amarsul arrancou no domingo, dia 5 de dezembro, com a campanha “Mercado a Reciclar”, em parceria com a Junta de Freguesia de Azeitão, no Mercado Mensal de Azeitão - Município de Setúbal.

 

Mercado a Reciclar - Azeitão

Durante a manhã, uma equipa da Amarsul esteve no Mercado Mensal de Azeitão a sensibilizar e motivar os comerciantes para a correta separação dos recicláveis.

 

Esta campanha inovadora, tem como objetivo incentivar a separação dos recicláveis nos mercados, o que irá permitir o seu encaminhamento para reciclagem, evitando a dispersão e promovendo a valorização dos resíduos recicláveis.

 

Com esta campanha, a Amarsul pretende atribuir o galardão de “Mercado a Reciclar” aos mercados aderentes, que se destacam pelo compromisso de redução do impacte ambiental resultante do mercado, promovendo a gestão adequada dos resíduos, bem como promover uma dinâmica de proximidade da Amarsul aos seus municípios, na resolução de problemas comuns e contribuir para uma cidadania ativa no domínio do desenvolvimento sustentável e para a construção de uma sociedade mais eficiente na utilização dos seus recursos.

 

Um “Mercado a Reciclar” representa um mercado com caráter de responsabilidade e preocupação com a sustentabilidade, o que será um elemento diferenciador.

 

Esta campanha conta com o apoio da Sociedade Ponto Verde.

Logo SPV

Amarsul informa impacto da greve 30 de novembro de 2021

A Amarsul, na sequência da greve a decorrer ao trabalho habitual entre os dias 29 de novembro e 3 de dezembro e ao trabalho suplementar entre os dias 27 de novembro e 4 de dezembro, informa que os piquetes de greve não estão a permitir que seja assegurada a totalidade dos serviços mínimos definidos e aprovados pelo Conselho Economico e Social.

 

Mais se informa que a Amarsul já alertou o sindicato para esta situação não aceitável, considerando a necessidade de cumprimento dos serviços públicos essenciais que garantem a saúde pública das populações, e que têm especial relevância em contexto de pandemia, como é o contexto em que esta greve se verifica.

 

Quanto aos valores de adesão registados, a Amarsul informa que no dia 29 de novembro, a adesão registada foi de 51% e que hoje, dia 30 de novembro, a adesão registada com os primeiros registos de entrada foi de 39% (valores a atualizar ao final do dia).

 

No que respeita aos motivos apresentados pelo sindicato, a Amarsul informa que a Administração da empresa mantém desde o início uma política de diálogo, recebendo sempre o sindicato, ouvindo as suas reivindicações e procurando, na medida do possível, dar resposta aos problemas identificados, dando sempre a conhecer os racionais de decisão associados a cada uma das medidas tomadas. 

 

A Amarsul está atenta à evolução da situação, nomeadamente às questões de saúde pública associadas à necessidade de cumprimento dos serviços públicos essenciais, e tomará todas as medidas necessárias ao cumprimento dos serviços mínimos, considerando a agravante do contexto de pandemia vivido em todo o país e o estado de calamidade que entrará em vigor a 1 de dezembro.

Toneladas de Ajuda | BACF de Setúbal 24 de setembro de 2021

A Amarsul, continua a promover a campanha de responsabilidade social TONELADAS DE AJUDA, que se encontra em expansão em todas as concessionárias EGF e está direcionada para todas as organizações de apoio social (IPSS) localizadas na área de intervenção das suas concessionárias.

 

Esta campanha tem como objetivo valorizar todos os resíduos recicláveis que as instituições inscritas queiram entregar na Amarsul, nomeadamente embalagens de plástico, metal, papel, cartão e vidro, em troca de uma contrapartida financeira.

 

Para promover a iniciativa, a Amarsul e o Banco Alimentar Contra a Fome de Setúbal assinaram um protocolo em janeiro de 2021.

 

O Banco Alimentar Contra a Fome de Setúbal no primeiro semestre de adesão à campanha, entregou 97.200 kg de papel/cartão, 3.130 kg de plástico/metal e 140kg de vidro nas instalações da Amarsul. O Banco Alimentar apoia 202 instituições nos 14 concelhos da sua área de intervenção, que vai de Almada a Odemira, 176 das quais localizadas na Península de Setúbal, que também participam e contribuem na separação e entrega de resíduos de embalagens recicláveis. A contrapartida financeira servirá para adquirir alimentos para reforçar cabazes de famílias apoiadas pela instituição.

 

RECICLE E AJUDE QUEM MAIS PRECISA!

 

COMO FUNCIONA A CAMPANHA TONELADAS DE AJUDA?
Esta nova Campanha consiste em valorizar todos os resíduos recicláveis que as instituições queiram entregar na Amarsul, nomeadamente, embalagens plásticas e metálicas, papel e cartão e embalagens de vidro.


Para participar é necessário inscrever-se na Amarsul através do e-mail comunicacao@amarsul.pt. Após receção dos dados será aberta uma ficha de cliente que funcionará como conta corrente por cada instituição de modo a quantificar o peso do material entregue, sendo depois disponibilizado um talão de pesagem.

 

ONDE?
As entregas dos materiais deverão ser efetuadas diretamente nas instalações da Amarsul, nomeadamente: Ecoparque do Seixal – Centro de Triagem, Ecoparque de Setúbal ou Eco-transferência de Sesimbra (locais e horários disponíveis em https://www.amarsul.pt/pt/contactos/instalacoes/).

 


A iniciativa tem obtido adesão por parte da população e de várias entidades locais, que com o gesto da separação dos resíduos garantem a sua reciclagem e contribuem para a ajuda de quem mais precisa.

 

Ecopraias 2021 | Novidades! 7 de julho de 2021

Nos meses de julho e agosto, a Amarsul irá marcar presença em 41 praias da Península de Setúbal, com uma campanha que visa sensibilizar a população para a importância de reciclar à beira mar, à beira rio, sempre e em todo o lado.

A campanha Amarsul Eco Praias efetuada em parceria com o Municípios da região, contará com ações de sensibilização, junto à entrada de cada praia, em que as equipas da Amarsul vão distribuir sacos de papel e convidar a população a separar corretamente os seus resíduos para que, no final da ida à praia, a mesma permaneça limpa.

 

Todos podem e devem utilizar os ecopontos para colocar em separado as embalagens de plástico/metal, papel/cartão e vidro e contribuírem para um melhor ambiente.

 

Com esta iniciativa a Amarsul pretende sensibilizar, especialmente, os grupos que organizam espontaneamente convívios na praia e que acabam por produzir muitos resíduos. Como estes resíduos não são colocados no contentor certo, nomeadamente as embalagens de vidro, que são depositadas no lixo comum, não podem assim ser valorizadas e recicladas. Pretendemos recordar as regras da separação, para não se esquecerem de deixar resíduos na praia, desviando-os desta forma do aterro e dos oceanos.

 

A Amarsul terá uma promoção especial Eco Praias, uma vez que se associou ao Recycle BinGo, uma app que utiliza a geolocalização para verificar quando um utilizador está junto do seu Ecoponto recompensando-o em cada visita. O utilizador vai juntando EcoMoedas, que depois poderá trocar por prémios (como EcoBags, vales de desconto no supermercado, lojas, conteúdos multimédia, etc.).

 

Durante os meses das ações de sensibilização em julho e agosto, ao fazer check-in num dos ecopontos das Ecopraias Amarsul, os utilizadores têm a possibilidade de ganhar 1 badge + 6 Ecomoedas (o dobro do que é dado normalmente) e ainda se podem habilitar a um prémio especial. Basta instalarem o Recycle BinGo que está disponível na App Store e no Google Play.

 

Barreiro | Substituição tampas azuis 10 de maio de 2021

A Amarsul, em parceria com os Municípios, continua empenhada em garantir uma prestação de serviço de excelência, pelo que informamos que iremos avançar com a substituição das tampas azuis dos contentores que disponibilizámos no Município do Barreiro.


A operação de substituição das tampas, que tem como objetivo, facilitar a colocação do papel e cartão para reciclar, teve início no Município de Alcochete, passando pelo Município da Moita em fevereiro deste ano e, a partir de hoje, dia 10 de maio, está a decorrer no Município do Barreiro.


Esta intervenção em mais de 3.500 ilhas ecológicas será executada em articulação com os Municípios abrangidos, para juntos, contribuirmos para que a população separe tudo sempre e em todo o lado. Este projeto que contou com o apoio e cofinanciamento do POSEUR – Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, visa aumentar e otimizar as quantidades de recicláveis separados na origem.t

 

Outro dos locais privilegiados para depositar objetos de grandes dimensões como colchões, móveis, sofás e afins, bem como ramagens de árvores, restos de jardim e resíduos recicláveis, é o Ecocentro do Barreiro, localizado na Rua Mártires da Guerra Colonial, no Lavradio. A receção deste tipo de materiais é gratuita e encontra-se disponível para a população de 2ª a 6ª das 9h às 18h e ao sábado das 9h às 12h30, encerrando aos domingos e feriados.

 

Investimento de 150.000€ 24 de março 2021

A Amarsul dispõe de viaturas e equipas exclusivas para a recolha seletiva ao comércio e serviços, sendo o processo de recolha efetuado à medida das necessidades das entidades, através de recolhas regulares em estabelecimentos aderentes ou através de pedidos pontuais.

 

A Amarsul efetuou um investimento de 150 mil euros na aquisição de duas novas viaturas para integrar a frota da recolha seletiva, para garantir a valorização de resíduos da forma mais sustentável nas suas diversas áreas de atuação, assegurando padrões ambientais exigentes.

 

Estas viaturas, estão capacitadas para efetuar a recolha dos resíduos de plástico e de papel/cartão e destinam-se exclusivamente a efetuar a recolha em entidades comerciais, comércio e serviços, produtoras de quantidades de resíduos recicláveis.

 

Estas novas viaturas permitem otimizar o serviço de recolha, pois têm mais 30% de capacidade que as viaturas substituídas, permitindo aumentar o nº de entidades visitadas.
Também possuem um conjunto de características que melhoram substancialmente as condições de trabalho diárias dos motoristas e auxiliares, em termos de conforto e de segurança.

 

A atividade de Recolha Seletiva conta assim com uma frota reforçada com 2 novas viaturas e aguarda a receção de mais 3, para substituir as existentes assegurando a recolha dos cerca de 2300 estabelecimentos comerciais distribuídos pelos 9 Municípios da Península de Setúbal.

Substituição de tampas azuis 26 de fevereiro de 2021

Decorrente da implementação da recolha seletiva em ilhas ecológicas nos municípios do Barreiro, Moita, Palmela, Sesimbra e na zona nascente do município do Montijo, durante os anos de 2019 e 2020 a Amarsul registou diversos pedidos de munícipes, indicando que a dimensão da abertura das tampas dos contentores era pequena, dificultando a deposição dos resíduos recicláveis.

 

Para dar resposta a esse obstáculo à reciclagem, arrancou em julho de 2020 uma experiência piloto da Amarsul que envolveu a substituição das tampas dos contentores das ilhas ecológicas no Município de Alcochete, por outras com aberturas maiores para facilitar a deposição dos resíduos recicláveis, em ambos os contentores (amarelos e azuis) de 1.100 litros que disponibilizámos aos munícipes.

 

Ao longo dos seis meses desta experiência, a Amarsul verificou que a alteração na abertura das tampas dos contentores azuis conduziu a uma expressiva diminuição de contaminação, bem como a um incremento das quantidades recolhidas, tendo comprovado que esta mudança facilitou o trabalho de quem quer separar as embalagens de papel/cartão para reciclagem. No que diz respeito aos contentores amarelos, verificou-se que o aumento da abertura das tampas se traduziu num aumento da contaminação, sem um correspondente acréscimo das quantidades recolhidas.

 

Concluiu-se assim que os bons resultados alcançados evidenciaram a pertinência de se avançar com a substituição das tampas azuis de todos os contentores de 1.100 litros, em todos os municípios onde a Amarsul tem esta tipologia de contentores.

 

A operação de substituição teve início em fevereiro, no Município da Moita, e decorrerá até ao final de 2021 em todos os municípios, com o objetivo de facilitar o trabalho de quem separa os resíduos para reciclar, sem levar à deposição indevida de resíduos indiferenciados nos contentores destinados apenas aos recicláveis.

 

Esta intervenção em mais de 3.500 ilhas ecológicas será executada em articulação com os Municípios abrangidos, para juntos, contribuirmos para que a população separe tudo sempre e em todo o lado. Este projeto que contou com o apoio e cofinanciamento do POSEUR – Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, visa aumentar e otimizar as quantidades de recicláveis separados na origem.

Novos calendários recolha pap 30 de dezembro de 2020

No âmbito do serviço de recolha seletiva porta a porta da Amarsul que visa o correto encaminhamento dos resíduos de embalagem de plástico/metal e papel/cartão para reciclagem, informamos que iremos enviar a partir de 4 de janeiro, por correio, a todos os Munícipes aderentes a este serviço, os novos calendários de Recolha de Resíduos Recicláveis para 2021.


Caso resida numa das áreas abrangidas nos Municípios de Almada, Palmela, Seixal e Sesimbra, já é possível visualizar o calendário da sua área de residência, consultando o site da Amarsul em https://www.amarsul.pt/cliente/recolha-domestica/, bastando procurar pelo nome da zona.
Para que todos continuem a participar neste projeto, solicitamos que verifiquem se os dias de recolha se mantêm, dado que para otimização da recolha, em algumas áreas deste projeto, os dias de recolha foram alterados.


A Amarsul encontra-se disponível para esclarecer todas as dúvidas, através do número gratuito: 800 205 674 ou através do email geral@amarsul.pt.
A implementação deste serviço de recolha, que abrange cerca de 24.000 habitantes aos quais foram entregues 48.000 contentores gratuitamente, permite facilitar a separação dos resíduos recicláveis.
Uma vez mais, agradecemos o contributo de todos em prol da reciclagem e da promoção de um melhor ambiente nos Municípios.


É muito importante para a Amarsul continuar a aumentar as quantidades de resíduos recicláveis recolhidos seletivamente em todos os Municípios da região, com o apoio da população, para conjuntamente continuarmos a superar as metas nacionais.


A Amarsul deseja a todos os Cidadãos, Municípios, Parceiros e Trabalhadores da Amarsul e suas famílias, Boas Festas e um Mais Feliz 2021.

CELEBRAMOS DEPOIS RECICLAMOS 23 DEZEMBRO 2020

Nesta quadra festiva que se avizinha a Amarsul lança campanha lembrando: “Primeiro celebramos, depois reciclamos!” 

 

Neste Natal, separe e coloque todas as suas embalagens no ecoponto, para que a Amarsul valorize os resíduos e contribua para a melhoria da qualidade de vida da população que servimos, assegurando que todos os resíduos produzidos são utilizados como recursos e são encaminhados para o destino mais adequado.

 

O empenho da população tem tido um papel fundamental, ao separar e depositar corretamente os seus resíduos, estimando-se que até ao final de 2020 cada munícipe, tenha separado cerca de 48kg de recicláveis, um valor acima da meta de 45 Kg/habitante/ano estabelecida no Plano Estratégico para os Resíduos Urbanos.

 

O desempenho da Península de Setúbal desenvolvido este ano foi bom, mas ainda temos muito trabalho pela frente a fazer na região.

 

As caracterizações dos resíduos rececionados nas instalações da Amarsul evidenciam que apenas 47% das embalagens de vidro, 26% das embalagens de plástico/metal e 56% embalagens de papel/cartão produzidas na região, é que são colocadas nos ecopontos.  No total, apenas 40% de recicláveis multifluxo, é que são depositados nos ecopontos.

 

Nesta campanha a Amarsul, divulga estes dados e apela para que se coloquem todas as embalagens recicláveis no ecoponto, uma vez que nem todas são depositados no sítio certo, muitas estão a ser colocadas diretamente no contentor dos resíduos indiferenciados (lixo comum). Esses resíduos são recolhidos pelos municípios e têm como destino final, o aterro.

 

Lembramos que todos podemos fazer mais e melhor pelo nosso Planeta.

 

A Amarsul deseja a todos os Cidadãos, Municípios, Parceiros e Trabalhadores da Amarsul e suas famílias, Boas Festas e um Mais Feliz 2021.

Grupo EGF premiado pela APCE 17 DEZEMBRO 2020

O Grupo EGF sagrou-se vencedor do Grande Prémio APCE 2020: Edição COVID-19, ex aequo com os CTT, na categoria “Campanha Integrada – Serviços (Setor Terciário)” com a campanha #PREVENIRCOVID19.

 

A campanha, lançada em Março deste ano, sensibilizou a população a ficar em casa com o objetivo de prevenir a propagação da pandemia por COVID-19, com mensagens e ilustrações simples que evidenciaram as regras mais importantes a ter em conta quando cuidamos dos nossos resíduos em plena fase de pandemia e com uma persistência que alcançou milhares de pessoas em todo o país.

 

 

Esta campanha já ganhou este ano o 2.º prémio de comunicação da ISWA – International Solid Waste Association e obteve uma menção honrosa na mesma categoria nos prémios da APEE – Associação Portuguesa de Ética Empresarial.


Com o mote “nós estamos a trabalhar por si, fique em casa por nós”, a campanha mostrou trabalhadores das concessionárias da EGF que todos os dias trabalharam incansavelmente para garantir um serviço que não pode parar – a recolha, tratamento e gestão de resíduos.


A campanha contou com a colaboração de toda a equipa de Comunicação da EGF, trabalhadores da EGF, da agência Wiz Interactive, Deslink e World IT. Parabéns a todos os envolvidos e à população que continua a reciclar tudo, sempre e em todo lado!

 

Conheça a campanha pioneira em: https://www.egf.pt/pt/media/covid-19/ ou em todas as redes sociais da EGF procurando pela hashtag #PREVENIRCOVID19. Veja abaixo o momento da vitória do Grupo (15:04 min) e todas as campanhas vencedoras dos prémios de comunicação.

 

Campanha Inclusiva 29 OUTUBRO 2020

“Não é só uma campanha, é um movimento coletivo e inclusivo” – este é o mote que levou a EGF e as suas 11 concessionárias - Algar, Amarsul, Ersuc, Resiestrela, Resinorte, Resulima, Suldouro, Valorlis, Valorminho, Valnor e Valorsul - a desenvolver um movimento de mudança de comportamentos ambientais.


Concessionárias EGF reorganizam mais de 78.300 ecopontos por todo o país para promover a inclusão e aumentar a reciclagem

 


Entre as várias ações planeadas está a reorganização dos ecopontos, por forma a promover a reciclagem junto dos cidadãos com limitações. Os mais de 78.300 ecopontos de Norte a Sul do país terão uma nova ordem - Azul, Verde e Amarelo, ajudando assim todos aqueles que tiverem limitações visuais. Esta ação deverá estar concluída em fevereiro de 2021.

 

A solução é simples, basta ordenar os contentores dos ecopontos sempre da mesma forma, da esquerda para a direita – azul, verde e amarelo. Desta forma os cidadãos cegos ou com limitações visuais saberão sempre qual o contentor para cada tipo de material.

 

“Com esta ação, não só queremos ter mais cidadãos a reciclar, como queremos que reciclem melhor e para isso temos de ser cada vez mais inclusivos. A campanha - O Futuro do Planeta Não é Reciclável - é mais do que um filme publicitário, este é o maior movimento de sensibilização que alguma vez foi feito, porque juntos poderemos ser o motor de uma mudança necessária e urgente”, afirmou Emídio Pinheiro, Presidente do Conselho de Administração da EGF.

 

As concessionárias do Grupo EGF já arrancaram com este projeto, nas suas áreas de atuação, prevendo concluir a ação daqui a quatro meses. Em simultâneo, a EGF convidou todos os sistemas de tratamento e valorização de resíduos, câmaras municipais e organizações, a adotar o mesmo procedimento, para que seja possível uniformizar esta prática em todo o país.

 

AUDIODESCRIÇÃO

Para além da ordenação dos ecopontos, também o código da reciclagem presente em vários suportes informativos, passa a estar disponível em audiodescrição. Se por um lado a sinalética já tinha os símbolos colorADD (que apoia a identificação das cores pelos daltónicos), também agora os cidadãos cegos ou com dificuldades de visão podem ouvir estas regras disponíveis no website da EGF ou ouvir o anúncio da campanha neste formato.

 

OUTRAS INICIATIVAS

A estas iniciativas, acresce a legendagem de todos os filmes divulgados, entre os quais o anúncio de TV, o que permite à comunidade surda o seu entendimento, e alguns conteúdos apresentados por colaboradores da empresam cuja limitação física e/ou psicológica não foram limitações de participação.


Lançada este mês pela EGF e pelas 11 concessionárias, grupo líder no tratamento e valorização de resíduos em Portugal, esta é a maior campanha de sensibilização ambiental alguma vez desenvolvida em Portugal com fundos europeus e tem um investimento de cerca de um milhão de euros.


Mais informações sobre a campanha em: www.egf.pt/o-futuro-do-planeta-nao-e-reciclavel/

Mais informações sobre os conteúdos inclusivos: https://www.egf.pt/o-futuro-do-planeta-nao-e-reciclavel/campanha-inclusiva/

Golfinho by Xico Gaivota 21 OUTUBRO 2020

O artista plástico Xico Gaivota juntou-se ao movimento “O Futuro do Planeta não é Reciclável” e criou uma escultura de um golfinho, a partir de lixo marinho, por ser uma das espécies marinhas mais icónicas, despertando assim a atenção de ainda mais portugueses para a reciclagem.

 

 

 

A peça pode ser visitada, de forma gratuita, na Loja Capital Verde Europeia 2020, na Praça do Município, em Lisboa, de 2ª a 6ª feira, entre as 9h e as 18h, até dia 31 de dezembro. Após esta data, a peça entrará em digressão por vários espaços em todo o país.

 

 

“Foi com muito orgulho que aceitei o convite para fazer esta peça no âmbito da campanha "O Futuro do Planeta Não é Reciclável". O objetivo é fazer-nos pensar nos nossos comportamento enquanto habitantes deste planeta”, refere Xico Gaivota.

 

Com aproximadamente 2,5 m de altura e cerca de 150 kg, esta obra foi desenvolvida exclusivamente com fragmentos de lixo não manipulados e sem o uso de quaisquer colas ou tintas durante a sua produção. Todos os materiais que o artista usa nas suas peças são recolhidos pelo próprio em praias não concessionadas da costa portuguesa.

 


Xico Gaivota é habitualmente reconhecido pelas suas intervenções para a consciencialização e sensibilização global sobre o lixo existente no mar. Há vários anos que percorre quilómetros pelas praias nacionais, de norte a sul, recolhendo plásticos e outros materiais que se tornam na matéria-prima para as suas criações originais, onde a temática dos animais marinhos é constante.

 

A obra desenvolvida integra assim a campanha “O Futuro do Planeta não é Reciclável, que mostra o que acontece aos resíduos depois de separados nos ecopontos e tem como objetivo provocar a consciência dos portugueses, levando-os a adotarem comportamentos ambientais adequados, no sentido de proteger o planeta. O processo é simples: reduzir, reutilizar e reciclar.

 

Lançada este mês pelas concessionárias EGF - Algar, Amarsul, Ersuc, Resiestrela, Resinorte, Resulima, Suldouro, Valorlis, Valorminho, Valnor e Valorsul -, grupo líder no tratamento e valorização de resíduos em Portugal, esta é a maior campanha de sensibilização ambiental alguma vez desenvolvida em Portugal com fundos europeus e tem um investimento de cerca de um milhão de euros.

 

Veja aqui o making of de criação da peça:

 

 


Mais informações sobre o artista em: www.xicogaivota.com

Mais informações sobre a campanha em: www.egf.pt/o-futuro-do-planeta-nao-e-reciclavel/

 

Ficha Técnica

Peça: Golfinho a Saltar Fora de Água

Horário: 2ª a 6ª feira, das 09:00 às 18:00h

Local: Praça do Município, 
Loja Capital Verde Europeia 2020, Lisboa

Data: Até 31 de dezembro de 2020

Campanha Nacional está ON! 07 de outubro de 2020

As concessionárias EGF, grupo líder no tratamento e valorização de resíduos em Portugal, lançam, esta quarta-feira, a maior campanha de sensibilização ambiental alguma vez desenvolvida em Portugal com fundos europeus. Com um investimento de mais de um milhão de euros, o movimento O Futuro do Planeta não é Reciclável, apela à prevenção, reutilização e reciclagem de resíduos urbanos. O filme publicitário conta com a realização de Rúben Alves, autor do aclamado filme “A Gaiola Dourada”.

 

O objetivo desta campanha é de levar o cidadão à ação e a fazer parte de um movimento coletivo, através da adoção de comportamentos ambientais adequados na sua gestão diária e ao assumir o seu papel de gestor de recursos, numa cadeia de valor da qual fazem parte a EGF e as suas concessionárias.

 

“Esta é uma campanha muito importante para o grupo EGF. Contámos com o envolvimento de todas as concessionárias, colaboradores e parceiros, para criarmos, em conjunto, um movimento ambiental coletivo que vai fazer a diferença”, sublinhou Emídio Pinheiro, Presidente do Conselho de Administração da EGF.

 

Esta campanha integra a candidatura Comunicação Ambiental Estratégica, apresentada pelas concessionárias EGF e aprovada pelo POSEUR para o período 2016-2020 com um cofinanciamento de 85%. Para a sua concretização foi realizado um concurso público com publicidade internacional, tendo sido concretizada a adjudicação pelo valor de 1.061.732€.

 

A apresentação da campanha será feita, hoje de manhã, no teatro Thalia, em Lisboa, numa cerimónia pública que conta com a participação da Secretária de Estado do Ambiente e da Ação Climática, Inês dos Santos Costa.

 

UMA CAMPANHA QUE PRETENDE PROVOCAR CONSCIÊNCIAS

O filme publicitário, da autoria do realizador Rúben Alves, que realizou o filme “Gaiola Dourada”, é muito cinematográfico e tem como objetivo provocar consciências e levar à mudança necessária de comportamentos. Este spot mostra o que acontece aos resíduos depois de separados nos ecopontos e dá rosto e voz aos milhares de trabalhadores deste setor de atividade. Além disso, é ainda realçado o papel dos municípios e organizações, que são convidados a promover esta campanha nas suas regiões.

 

Também a atriz Ana Varela, o humorista, António Raminhos, o cantor Toy e artista urbano Xico Gaivota vão ajudar a dar voz a este movimento, através de várias ações nas redes sociais e na criação de uma instalação para celebrar o movimento. Serão também promovidos eventos e participações regionais, bem como ações de educação ambiental no terreno, como o Programa Ecovalor e o Recycle Bingo.

 

A campanha publicitária multimeios, cuja criatividade esteve a cargo da Tux & Gill, vai estar presente em vários suportes nacionais e regionais - imprensa, rádio, outdoors e televisão-, destacando-se as ações integradas nos programas The Voice Portugal, Big Brother e Manhãs da Rádio Comercial.

 

Destacam-se ainda os cuidados especiais de inclusão e diversidade aplicados nesta campanha, entre os quais, a legendagem dos filmes, a implementação de regras na ordenação dos contentores (azul, verde e amarelo) para invisuais e a criação de uma tatuagem com aplicação dos símbolos ColorADD).

Projeto piloto em Palmela 06 de outubro de 2020

 

A Amarsul em parceria com a Câmara Municipal de Palmela, arrancou hoje com a segunda fase do projeto de recolha porta a porta de resíduos indiferenciados, bem como de papel/cartão e embalagens. Esta segunda fase abrange cerca de 600 moradias localizadas no Bairro Padre Nabeto em Aires e na Urbanização Portais da Arrábida em Quinta do Anjo.

 

Esta nova fase inicia-se com a sensibilização, entrega de contentores e informação relativa aos calendários de recolha. Esta forma de recolha de resíduos apresenta vantagens para a população, que não terá de se deslocar, e para o espaço público, pela remoção dos contentores comunitários da via pública

 

Os resultados deste projeto piloto permitirão avaliar a operação de recolha e a pertinência do alargamento gradual a outros núcleos do Município de Palmela.

 

 

 

A implementação destes projetos é mais um passo importante para a Amarsul continuar a aumentar as quantidades de resíduos recicláveis recolhidos seletivamente em todos os Municípios da região, com o apoio da população, para conjuntamente continuarmos a superar as metas nacionais.

 

Modernização da CTA 07 de agosto de 2020

Na sequência dos investimentos realizados pela Amarsul nos últimos dois anos, em viaturas e contentorização, o primeiro semestre de 2020, apresentou um aumento significativo de recicláveis recolhidos seletivamente. Chegou agora o momento de assegurar o consequente aumento de capacidade de processamento da Central de Triagem Automática, do Ecoparque do Seixal, unidade que se destina à separação de embalagens de plástico e metal (vulgo, contentor amarelo), que os cidadãos  depositam nos ecopontos.

 

A 1ª fase da Modernização e Ampliação da Central de Triagem Automática da Amarsul teve início em julho, estando prevista a sua conclusão para o mês de agosto de 2020, considerando um investimento de cerca de 1 milhão de euros integrado na estratégia da Amarsul relativamente à promoção da reciclagem multimaterial.

 

A Central de Triagem Automática terá uma nova linha com equipamentos que permitirão passar o processamento de 4 ton/h para 6 ton/h de material. Para tal, encontra-se a decorrer a substituição de alguns equipamentos críticos que vão permitir o incremento dos materiais recicláveis retomados e o cumprimento das metas de retoma com origem na recolha seletiva, bem como a meta de preparação para a reutilização e reciclagem fixadas para a Amarsul. 

 

Com este projeto, pretende-se dotar esta unidade de processamento de resíduos de embalagem, de uma capacidade de processamento passível de encaixar o incremento de recolha seletiva perspetivado para o horizonte do Plano Estratégico para os Resíduos Urbanos (PERSU 2020) que estabelece as metas nacionais para a recolha seletiva de resíduos. A meta da Amarsul é de 45kg/habitante/ano, sendo que, até junho de 2020, já foram recolhidos pela empresa, resíduos recicláveis equivalentes a 52kg/habitante/ano.

 

A  Amarsul encontra-se em linha com os seus valores incontornáveis, sendo uma empresa de excelência, que procura mais e melhor, procurando alargar novos horizontes de atuação, na vanguarda tecnológica e de gestão, prestando um serviço de qualidade para os Munícipes da região.

ECOVALOR | 153 toneladas 05 de agosto de 2020

A Amarsul dinamizou no ano letivo de 2019/2020  - a 2ª edição do programa ECOVALOR que conta com os  concursos “Separa e Ganha no Azul e no Amarelo” e que tem como objetivo a promoção da correta separação de resíduos recicláveis nos estabelecimentos de ensino, bem como criar hábitos de reciclagem junto da comunidade escolar.

 

Contamos  com a participação de  86 estabelecimentos de ensino inscritos, alcançando um universo de 61.500 alunos participantes. Com este programa, garantimos que os resíduos recicláveis recolhidos voltam ao ciclo de produção e transformam-se em matéria prima e, simultaneamente, as escolas são premiadas pelo seu bom desempenho ambiental.

 

O concurso decorreu entre outubro de 2019 e junho de 2020. Durante esse período, as escolas participantes separaram e encaminharam para reciclagem 46.566 kg de embalagens de plástico e metal e 106.806 kg de papel e cartão, ainda que esta edição tenha durado menos 2 meses que o habitual, devido ao encerramento antecipado das escolas resultante da pandemia do COVID-19. Contudo o empenho demonstrado pelos estabelecimentos de ensino, permitiu aumentar as quantidades separadas em 153.372 Kg, pelo que toda a comunidade escolar está de Parabéns!

 

Pelo excelente desempenho, a Amarsul irá atribuir 60 prémios aos estabelecimentos de ensino que conseguiram atingir o mínimo de 70 sacos de embalagens de plástico/metal e/ou 1 tonelada de papel/cartão durante o ano letivo 2019/2020.

 

Este tipo de concurso integra a oferta de educação ambiental da Amarsul - o Programa Ecovalor - que inclui ainda visitas às instalações, disponibilização de materiais informativos sobre a reciclagem e ações de sensibilização internas e externas, que chegaram a mais de 4.700 participantes.

 

No âmbito do projeto, a Amarsul disponibilizou equipamentos para a deposição seletiva, nomeadamente, ecobags para as salas de aula, suportes metálicos e sacos para as zonas exteriores do recinto escolar, bem como formação à comunidade escolar. Dado o sucesso desta 2ª edição do concurso ‘Separa e Ganha’, a iniciativa vai manter-se no próximo ano letivo .

 

As escolas que tenham interesse em antecipar o envio da sua candidatura, podem preencher o formulário de adesão para garantir o seu lugar. Toda a informação encontra-se já disponível em www.amarsul.pt

 

Este projeto, foi cofinanciado pelo POSEUR – Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, visa aumentar e otimizar as quantidades de recicláveis separados na origem.

Ecopraias | Praias fluviais 31 de julho de 2020

A Península de Setúbal é sobejamente conhecida pela qualidade e beleza natural das suas praias, sendo rica em praias marítimas e também fluviais.

 

Pelo que a Campanha Eco Praias chega em agosto, já este fim de semana, a quatro praias fluviais: Alburrica, Gaio-Rosário, Moinhos e Samouco.

 

Este programa de sensibilização, decorre no âmbito de uma parceria entre as Câmaras Municipais de Alcochete, Barreiro e Moita  e a Amarsul  e é dirigida à população em geral. A iniciativa será dinamizada pela Amarsul e realizar-se-á na entrada de cada praia visada, com particular incidência junto aos contentores dos recicláveis, para promover a sua utilização.

A importância de reciclar à beira mar, também se aplica à beira rio, sendo estas quatro praias servidas por equipamentos que permitem à população entregar as suas embalagens, desviando resíduos de aterro e dos rios.

 

Serão realizadas ações de sensibilização na entrada de cada praia - respeitando as regras de distanciamento social - das 9h às 13h nos seguintes dias:

  • Município do Barreiro: 2 e 22  de agosto, na Praia de Alburrica.
  • Município da Moita: 9 e 23  de agosto, na Praia do Gaio Rosário.
  • Município de Alcochete: 16  de agosto – Praia dos Moinhos e 29  de agosto - Praia do Samouco

 

A Campanha marcará presença num total de 41 praias da região, em que os monitores vão continuar a distribuir sacos para colocação de resíduos, alertar os banhistas para a importância da reciclagem e indicar os locais onde estão instalados os ecopontos para que possam depositar os resíduos corretamente à saída de cada praia.

 

A Amarsul disponibiliza na sua página, as medidas de segurança que devem ser tidas em consideração  quando nos deslocamos à praia: https://www.amarsul.pt/media/noticias/desfrute-do-sol-em-seguranca/. Ao seguir estas medidas, a população estará a promover uma ida à praia, em segurança e de forma sustentável.

 

Mantenha o distanciamento social em primeiro lugar e não se esqueça de reciclar sempre e em todo o lado, seja à Beira Mar, seja à Beira Rio.

 

 

Projeto piloto em Alcochete 29 de julho de 2020

A Amarsul está fortemente empenhada, em conjunto com os Municípios, em garantir uma prestação de serviço de excelência, pelo que, informamos que se encontra a decorrer  um  projeto piloto, no Município de Alcochete, que consiste na substituição das tampas de ambos os contentores de 1.100 litros que disponibilizámos aos munícipes - amarelos e azuis - por outras com aberturas maiores para facilitar a deposição dos resíduos recicláveis.

 

A Amarsul esteve no Largo Barão de Samora Correia, juntamente com o Município de Alcochete, a acompanhar os trabalhos de substituição das tampas dos contentores que compõem as ilhas ecológicas existentes neste Concelho.

 

A informação desta alteração às famílias teve lugar em julho, com a distribuição duma informação no correio de toda a população do Concelho. Esta alteração permitirá avaliar se é possível facilitar o trabalho de quem separa os resíduos para reciclar, sem levar à deposição indevida de resíduos indiferenciados nos contentores destinados apenas aos recicláveis. Os resultados deste projeto piloto permitirão tomar decisões que serão extensíveis a todos os municípios onde a Amarsul colocou esta nova tipologia de contentores, ou seja, Barreiro, Moita, Palmela, Sesimbra e na zona nascente do município do Montijo.

 

                                          

 

Quanto à deposição de objetos de grandes dimensões como colchões, móveis, sofás e afins, bem como ramagens de árvores, restos de jardim e resíduos recicláveis relembramos que deverá ser efetuada nos Ecocentros que a Amarsul tem à disposição da população. Em Alcochete, o Ecocentro encontra-se localizado no Caminho Municipal 1004, na proximidade da Zona Industrial do Batel.  A receção deste tipo de materiais, é gratuita e encontra-se disponível para a população visitar de 2ª a 6ª das 9h às 18h e sábado das 9h às 12h30, encerrando aos domingos e feriados.

 

Com esta melhoria, estaremos juntos, a contribuir para separar tudo sempre e em todo o lado, com um projeto que contou com o apoio e cofinanciamento  do POSEUR – Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, que visa aumentar e otimizar as quantidades de recicláveis separados na origem.

Ecoeventos | TOP 3 23 de julho de 2020

A Amarsul apresenta o Top 3 dos Ecoeventos realizados na Península de Setúbal, que lideraram a reciclagem na região em 2019.

 

O Sol da Caparica – festival organizado pela Câmara Municipal de Almada, o 25º Super Bock Super Rock organizado em parceria com a Câmara Municipal de Sesimbra e promovido pela Música no Coração e as Festas em Honra de Nossa Senhora da Boa Viagem, dinamizada pelo Município da Moita, foram os eco eventos que se destacaram pela quantidade de resíduos encaminhados pela reciclagem, mas também porque demonstraram o seu compromisso de responsabilidade ambiental.

 

Durante o Sol da Caparica foram recolhidas seletivamente 10 toneladas de recicláveis, tendo alcançado o primeiro lugar do ranking, seguido pelo 25º Super Bock Super Rock que contabilizou 8 toneladas de resíduos e em terceiro lugar pelas Festas Em Honra de Nossa Senhora da Boa Viagem, que reuniram 4 toneladas de resíduos recicláveis.

 

O EcoEvento é uma iniciativa da Amarsul, que desafia os municípios e os seus eventos a assumirem um compromisso de sustentabilidade e de redução do impacte ambiental. Em 2019, permitiu encaminhar para reciclagem um total de 28 toneladas de resíduos recicláveis. Os eventos aderentes, receberam equipas especializadas de sensibilização e educação ambiental com vista ao aumento da reciclagem e apoio na gestão adequada dos resíduos, sendo recompensados no final com uma contrapartida financeira de acordo com a quantidade de resíduos recolhidos seletivamente no período da realização do evento.

 

ranking

 

Este projeto, foi cofinanciado pelo POSEUR – Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, visa aumentar e otimizar as quantidades de recicláveis separados na origem.


Podem acompanhar as redes sociais da Amarsul: Facebook, Linkedin e Instagram, para ficarem a par de todas as novidades.

DESFRUTE DO SOL EM SEGURANÇA 13 de julho de 2020

Dada a evolução dos casos de COVID-19, a Amarsul alerta para as medidas de higiene e segurança a ter com consideração em tempo de pandemia, de forma a assegurar boas práticas na utilização das praias.

 

No caminho até à praia:
• A Amarsul recomenda a todos os utilizadores das praias da Península de Setúbal que consultem o nível de ocupação das praias, através da aplicação “InfoPraia” antes de se dirigirem às mesmas, dando preferências às que se encontram assinaladas a verde - com ocupação baixa, bem como as que são vigiadas e com controlo de qualidade.
• Consultar as placas informativas existentes em todas as Ecopraias, sobre as medidas de prevenção e as normas.
• Utilizar calçado e seguir as orientações/sinalizações existentes, mantendo sempre uma distância de 1,5 metros dos outros utilizadores.

 

Na praia:
• Preservar a distância de segurança de 1,5 metros dos outros utilizadores, na praia, à beira-mar e no banho.
• Colocar o guarda-sol a uma distância de 3,0 metros de outros utilizadores.
• O uso de máscara nos acessos e espaços fechados deve continuar a ser assegurado com outras medidas de proteção pessoal, tais como: higienizar as mãos, manter distância de pessoas com sintomas COVID 19 e praticar a etiqueta respiratória (ao tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com o cotovelo flexionado ou com um lenço – em seguida, jogar fora o lenço e higienizar as mãos).

 

No final do dia de praia, devem deixar a praia limpa. Como?
1. Máscaras, luvas e lenços não são recicláveis, devem ser SEMPRE colocados no lixo comum. Estes materiais estão a aparecer, em grandes quantidades, nos ecopontos, indo parar às linhas de triagem. Para além de não serem recicláveis, podem estar contaminados,
2. Lixo contaminado não é reciclável, deverá ser SEMPRE colocado no lixo comum. Esta regra aplica-se a todas as pessoas infetadas com COVID-19 ou que se encontrem em quarentena pela mesma suspeita. Qualquer pessoa nestas condições, deverá ter o seu lixo colocado em dois sacos, um dentro do outro, bem fechados. Estes sacos não devem estar cheios nem compactados, apenas têm de estar bem fechados e ser depositados dentro do contentor de lixo comum.
3. NUNCA deixar sacos de lixo no chão, colocar SEMPRE dentro do contentor. Se o contentor estiver cheio, deve ser utilizado quando estiver disponível ou utilizar-se o contentor mais próximo.
4. Proteger sempre as mãos e lavá-las após as visitas ao ecoponto, pelo menos, 20 segundos.
5. Embalagens Take Away se estiverem limpas coloquem no contentor amarelo se forem de plástico (ex: embalagens de hambúrgueres) ou contentor azul se forem de papel/cartão (ex. caixa de pizza).
6. Resíduos ou Beatas, deverão ser acondicionados e colocados SEMPRE nos respetivos contentores.

 

Ao seguirem estas medidas todos os utilizadores estarão a promover uma ida à praia, em segurança e de forma sustentável.

 

Mantenha o distanciamento social em primeiro lugar não se esqueça de Reciclar à Beira Mar!

INFO | Amarsul Eco Praias 4 de julho de 2020

A campanha ECOPRAIAS com o lema ”Vamos Reciclar à Beira-Mar”, promovida pela Amarsul, regressa em 2020 com a implementação de uma campanha a realizar em diversas praias, que terá como público alvo os cidadãos que visitam as praias da região da Península de Setúbal, bem como os concessionários que exploram as praias, encorajando o uso sustentável dos estabelecimentos comerciais na adoção de boas práticas de separação de resíduos, potenciando a utilização de equipamentos já existentes.

 

O aumento de população na época balnear (nos meses compreendidos entre junho e setembro), nas praias da área de abrangência da Amarsul, tem um impacto relevante na produção de resíduos e, por isso, uma importante responsabilidade no cumprimento dos objetivos nacionais em matéria de promoção da economia circular e de valorização do território.

 

A Campanha “Amarsul Eco Praias” em parceria com os Municípios de Almada, Sesimbra e Setúbal irá disponibilizar uma rede de ecopontos e de ações de sensibilização que vão alertar a população que visita a região, a manter o distanciamento social e a reciclar à beira mar, encaminhando os seus resíduos para os contentores certos, desviando assim resíduos dos oceanos e dos aterros.  A campanha de sensibilização ambiental será implementada em 37 praias e durante a época balnear serão disponibilizados serviços, equipamentos e sacos.

 

As  ações de sensibilização serão realizadas na entrada de cada praia - respeitando as regras de distanciamento social - entre 4 de julho e 30 de agosto, das 10h às 12h e das 15h às 17h (sábados e domingos), distribuídas da seguinte forma:

 

ALMADA - 32 PRAIAS:  Albatroz | Lorosae | Leblon | Bicho d’Agua | Sunset | Kontiki | Pé Nu Golfinho |Praia do CDS/Dr. Bernard | Praia do Tarquínio – Paraíso| Praia do Dragão Vermelho |Praia Nova / Espaço 20|Mata | Grão de Areia + Riviera | Casa do Sol + Rainha | Castelo (Manduca + Yamba) | Cabana do Pescador (Delmare + Meio Metro) | Princesa | Rei (Hula Hula) | Morena (Borda d’Agua) | Sereia (Waikiki) | Infante (Tartaruga) | Bela Vista (casa da Praia) | Terminus |Americano (Move On) | Aroeira (Beach Bar)  |Cabana Beach | Rampa | Kailua | Oh, Ti João – 1 | Areias da Telha| Bambu

 

SESIMBRA - 2 PRAIAS : Califórnia | Ouro

SETÚBAL - 3 PRAIAS: Albarquel | Figueirinha | Creiro

 

 

Com este projeto pretendemos continuar a aumentar a quantidade de embalagens enviadas para reciclagem, assim como a oferta de pontos de recolha seletiva nas praias, alavancando o ato cívico de separação de resíduos de embalagem por parte da população em geral reforçando assim a adoção de práticas mais sustentáveis, sob o lema “Vamos reciclar à beira-mar”. 

 

Reciclagem aumentou 36% 30 de junho de 2020

Neste 1º semestre de 2020, registou-se um crescimento de 36% no encaminhamento de resíduos para reciclagem. Mesmo em período de pandemia, a Amarsul garantiu os serviços mínimos da sua atividade, tendo cumprido a sua missão de valorização dos resíduos nos municípios de Alcochete, Almada, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal.

 

O Plano Estratégico para os Resíduos Urbanos (PERSU 2020) estabelece metas nacionais para a recolha seletiva de resíduos, sendo a da Amarsul de 45kg/habitante/ano. É esta a quantidade de resíduos que cada cidadão deverá separar e encaminhar para o contentor correto, sejam  embalagens de plástico/metal, de papel/cartão ou vidro. São metas desafiantes, mas até maio de 2020, já tinham sido recolhidos pela Amarsul resíduos recicláveis equivalentes a  52kg/habitante/ano.

 

Este aumento significativo da Recolha Seletiva em todos os Municípios da área da abrangência da Amarsul, é o resultado do investimento que a Amarsul desenvolveu na recolha seletiva multimaterial de resíduos de embalagens nestes últimos anos em viaturas, ecopontos, contentores e em campanhas de sensibilização ambiental, aproximando os equipamentos da população, para incentivar a reciclagem na região.

 

Servindo mais de 780 mil habitantes, contribuímos positivamente para a valorização de resíduos, com um aumento de 4 mil toneladas de resíduos recicláveis recolhidas, das quais 47% de plástico e metal, 43% de papel e cartão e 17% de vidro. O aumento da recolha seletiva foi transversal a todos os municípios, tendo apresentado melhores resultados na recolha de embalagens de plástico e metal, assim como nas embalagens de papel e cartão.

 

Estes indicadores revelam uma maior consciencialização ambiental  para a importância da reciclagem das famílias, mas também nos locais de trabalho, o que se manifesta numa correta deposição de resíduos e utilização de ecopontos, que darão origem à triagem e encaminhamento para reciclagem, ganhando um novo ciclo de vida.

 

Com o regresso à normalidade, as equipas da Amarsul continuam a desenvolver ações de limpeza e higienização de contentores com recurso a um produto desinfetante apropriado, que está a ser aplicado em todos os equipamentos alvo de desinfeção. Outra aposta da Amarsul tem sido no reforço da formação da higiene e segurança dos seus trabalhadores.

 

A  Amarsul terminou  2019 com  uma capitação anual de 39 kg de resíduos de embalagens separados por habitante e com o dobro dos pontos de recolha de resíduos recicláveis. Em 2020, com o reforço da cobertura de pontos de recolha efetuada, e mesmo em período de pandemia a Amarsul espera continuar a crescer em todos os Municípios da região, com o apoio da população, para conjuntamente continuarmos a superar as metas nacionais.

INFO | Reabertura 7 Ecocentros 12 de junho de 2020

No âmbito das recomendações da APA e da ERSAR relativamente às medidas de contingência na gestão de resíduos, a Amarsul informa que irá proceder à reabertura dos 7 Ecocentros localizados nos Municípios de Almada, Alcochete, Barreiro, Moita, Montijo, Seixal e Sesimbra, no próximo dia 15 de junho de 2020.

 

Os resíduos podem ser novamente entregues nos Ecocentros, nomeadamente monos, verdes e recicláveis, nos locais habituais.

 

Estas instalações funcionam dentro do seguinte horário: 2ª a 6ª das 9h às 18h, sábado das 9h às 12h30 e encerram aos domingos e feriados.

 

A Amarsul encontra-se disponível para prestar eventuais esclarecimentos à população através dos números: 212139600 ou 800205674 ou por email: geral@amarsul.pt.

 

Os trabalhadores da Amarsul e dos Municípios da Península de Setúbal continuam diariamente a contribuir para a higiene urbana , através da recolha seletiva, efetuando o tratamento dos nossos resíduos. A população também pode ajudar, continuando a separar corretamente os seus resíduos e seguindo as indicações da Direção Geral de Saúde, em especial não colocando resíduos fora dos contentores.

Chegou o Recycle BinGo 2! 05 JUNHO 2020

Este Dia Mundial do Ambiente promete ser muito divertido com o retorno do teu jogo favorito. 

Chegou o Recycle BinGo 2!

 

Depois do sucesso da primeira versão do jogo mais amigo do planeta, eis que surge a versão 2.0, melhorada e com mais funcionalidades.

 

Nesta nova versão, vais poder aprender na Ecopédia, uma enciclopédia ecológica que te vai ensinar tudo sobre a reciclagem; conhecer a família Recycle BinGo, cheia de novos bichinhos que se vão tornar teus amigos, jogar mini-jogos para te entreteres e maravilhar-te com as novas funcionalidades da app em realidade aumentada.

 

O Recycle BinGo funciona como um jogo, o que torna a experiência de reciclagem muito mais divertida e compensadora! A missão principal é fazer visita ao nosso ecoponto habitual. Através da geolocalização o nosso smartphone sabe que nos encontramos perto dele.

 

Ao fazermos check-in desbloqueamos um conjunto de simpáticos bichinhos, os EcoGifts, com os quais vamos preenchendo os nossos cartões BinGo. Cada vez que completamos um cartão ganhamos EcoMoedas - que podemos trocar por prémios fantásticos, como bilhetes de cinema, vales de desconto, e muito mais.

 

               

O que é?

        

Recycle BinGo é uma aplicação móvel da EGF que teve a primeira versão financiada pelo Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente, cujo objetivo é divertir e educar as famílias portuguesas em torno da temática da Reciclagem, oferecendo prémios a quem mais recicla.

 

O Recycle BinGo 2 está acessível em todas as áreas concessionadas do Grupo EGF e está disponível na AppStore e GooglePlay.

     
Não vais querer perder esta aventura.

 

Contamos contigo, salta para BinGo e ajuda-nos a espalhar o bichinho da reciclagem!

               

Sabe tudo sobre o este jogo super sustentável em Recycle BinGo e no Facebook.

 

 

 

 

 

ECOVALOR | Sensibilização online 13 de maio de 2020

O programa Ecovalor tem como objetivo promover boas práticas ambientais em estabelecimentos de ensino em todo o país, premiando aquelas que apresentam melhor desempenho na reciclagem das suas embalagens usadas.

 

Com a suspensão das atividades presenciais nas escolas, muitas das ações agendadas foram desmarcadas, mas continuamos ONLINE, porque o Ecovalor agora também é digital!

 

Conheça a iniciativa, totalmente online, para todos os níveis de ensino e instituições em: https://bit.ly/egf_ecovalor

Donativos a Bombeiros 24 de abril de 2020

A Amarsul, através da Federação de Bombeiros do Distrito de Setúbal, entregou para as Associações Humanitárias de Bombeiros do Distrito de Setúbal, equipamentos de proteção individual e material de desinfeção.

 

A Amarsul, neste período de pandemia de Covid-19 e no âmbito da sua política de responsabilidade social, tem vindo a desenvolver diversas ações de prevenção junto dos Municípios e da população, assim como junto dos seus trabalhadores.

 

Neste sentido, serão distribuídos pelas 24 Associações Humanitárias de Bombeiros do Distrito de Setúbal  equipamentos de proteção individual e material de desinfeção, tendo sido entregues 117 fatos de proteção, 4800 luvas e 24 embalagens de 5 litros de desinfetante .

 

Perante a evolução da infeção por COVID-19 em Portugal, tem sido exigido à sociedade em diversas variantes uma reação rápida, de responsabilidade e de prevenção para proteção da população, em particular às entidades que tem como missão garantir o tratamento de resíduos ou prestar socorro.

 

Os Profissionais dos Resíduos e os Bombeiros estreitam assim as suas relações, neste momento difícil, em que ambos estamos na linha da frente e temos como um objetivo comum PREVENIR COVID-19, junto das populações pela nossa proximidade e capacidade de resposta.

 

 

Mobilização 16 de abril de 2020

Face à evolução da COVID-19 em Portugal, a Amarsul encontra-se a cumprir as Orientações e Recomendações da APA e da ERSAR para a gestão de resíduos, em parceira com os Municípios da Península de Setúbal.

 

No âmbito desta operação contínua de combate à pandemia, para proteção da população, assim como das equipas da Amarsul e dos Municípios, têm sido intensificadas as ações de higienização e desinfeção dos contentores em todos os municípios, com particular atenção nas zonas em que as tampas são manuseadas.  

 

A Amarsul tem desinfetado cerca de 60 pontos de recolha por dia e por cada equipa que está na linha da frente a prestar este serviço essencial, não só em ecopontos, mas também em contentores de resíduos indiferenciados. A Amarsul também tem cooperado com os Municípios no fornecimento do produto desinfetante, que tem sido utilizado nas ações de limpeza municipais de todos os contentores de deposição de resíduos, contribuindo para que o número global de pontos higienizados seja bastante superior.

 

A higienização dos contentores encontra-se a ser efetuada com recurso a um produto desinfetante apropriado, que está a ser aplicado em todos os equipamentos alvo de desinfeção.

 

As equipas da Amarsul efetuaram no mês de março, após ter sido decretado o estado de emergência, mais de 1400 ações de limpeza, realizadas numa primeira fase nas seguintes localizações, mas que serão gradualmente aplicadas a todos os ecopontos e concelhos da sua área de intervenção.

 

Município

Localizações (ecopontos e indiferenciados)

Alcochete

Samouco, São Francisco, Barroca D'Alva

182

Almada

Feijó, Laranjeiro, Cova da Piedade

617

Barreiro

Santo António da Charneca

90

Montijo

Bairro Esteval, Bairro de Areias e Afonsoeiro

104

Palmela

Pinhal Novo, Quinta do Anjo, Cabanas, Bairro Alentejano e Bairro Marinheiro

327

Setúbal

Viso, Nossa Senhora da Ajuda, Santa Maria da Graça

132

 

A Amarsul encontra-se fortemente empenhada, em conjunto com os Municípios, em contribuir para preservar a saúde pública e garantir o funcionamento de serviços essenciais à nossa região e ao País.

5 REGRAS DO LIXO 1 de Abril de 2020

Face à evolução da infeção por COVID-19 em Portugal, a Amarsul alerta para cinco regras do lixo essenciais a ter com o lixo doméstico produzido em casa e que precisa de uma atenção especial em fase de pandemia.

 

Este alerta decorre da necessidade urgente de melhoria de comportamentos individuais que influenciam o serviço de recolha e tratamento de resíduos urbanos, assegurado todos os dias por empresas e municípios.

 

Os trabalhadores do setor da recolha e tratamento de resíduos continuam todos os dias a contribuir para a limpeza das nossas ruas, através da recolha seletiva, e a garantir o tratamento dos nossos resíduos. A melhor forma de lhes agradecer é partilhar e cumprir estas regras e ser compreensivo para com as adaptações à recolha que os municípios e a Amarsul poderão ter de fazer.

 

5 REGRAS DO LIXO

 

  1. Máscaras, luvas e lenços não são recicláveis, devem ser SEMPRE colocados no lixo comum. Estes materiais estão a aparecer, em grandes quantidades, nos ecopontos, indo parar às linhas de triagem. Para além de não serem recicláveis, podem estar contaminados
  2. Lixo contaminado não é reciclável, deverá ser SEMPRE colocado no lixo comum. Esta regra aplica-se a todas as pessoas infetadas com COVID-19 ou que se encontrem em quarentena pela mesma suspeita. Qualquer pessoa nestas condições, deverá ter o seu lixo colocado em dois sacos, um dentro do outro, bem fechados. Estes sacos não devem estar cheios nem compactados, apenas têm de estar bem fechados e ser depositados dentro do contentor de lixo comum.
  3. NUNCA deixar sacos de lixo no chão, colocar SEMPRE dentro do contentor. Se o contentor estiver cheio, deve ser utilizado quando estiver disponível ou utilizar-se o contentor mais próximo. Se a recolha habitual for feita com sacos, devem ser seguidas as instruções do município ou freguesia.
  4. 4. Não colocar monos/monstros para recolha em fase de pandemia. Em fase de pandemia este serviço não é prioritário, as empresas e os municípios estão a fazer um esforço considerável para manter o serviço público essencial à população. Mesmo que faça arrumações em casa, deve aguardar pelo fim desta fase e apenas colocar estes materiais (colchões, sofás e outros materiais que não cabem nos contentores) quando o serviço estiver disponível.
  5. Ficar em casa e manter a higiene. Ficar em casa, manter a higienização dos caixotes/zonas do lixo, proteger sempre as mãos e lavá-las após estas operações durante, pelo menos, 20 segundos. Com estas atitudes consegue-se prevenir a infeção, protegendo inclusive os trabalhadores que asseguram o serviço de recolha e tratamento de resíduos todos os dias.

 

 

HIGIENIZAÇÃO E DESINFEÇÃO 26 de março de 2020

A Amarsul, seguindo as Orientações e Recomendações da APA e da ERSAR para a gestão de resíduos em situação de pandemia COVID-19 e de forma a dar cumprimento às mesmas, desenvolveu parceiras com os 9 Municípios   da Península de Setúbal no combate à propagação do coronavírus, no domínio da higienização e desinfeção dos contentores.

 

Foram constituídas equipas de higienização em conjunto com todos os Municípios, sendo realizada a desinfeção de todos os contentores (recicláveis e lixo comum). Desta forma, é otimizada a utilização dos recursos humanos envolvidos. A higienização dos contentores encontra-se a ser efetuada, com recurso a um produto desinfetante apropriado que será aplicado gradualmente a todos os ecopontos da área de intervenção da Amarsul.

 

Informamos que a recolha de resíduos recicláveis ​​provenientes dos ecopontos continua a ser assegurada pelas equipas de recolha seletiva, com precauções adicionais com vista à proteção da saúde dos trabalhadores e da população.

 

Não é demais voltar a apelar para que não sejam colocados resíduos fora dos contentores.

 

A Amarsul encontra-se fortemente empenhada, em conjunto com os Municípios, em contribuir para preservar a saúde pública e garantir o funcionamento de serviços essenciais à nossa região e ao País.

Cuidados | Lixo doméstico 25 de março 2020

Em caso de infeção (ou suspeita), considere que os seus resíduos estão contaminados... coloque no lixo comum.

 

Ajude-nos a chegar mais longe. Partilhe esta informação.🤗

 

https://www.facebook.com/egfpt/videos/

 

INFORMAÇÃO | ECOCENTROS 24 de março de 2020

No âmbito do Plano de Contingência implementado pela Amarsul e no seguimento das recomendações da Agência Portuguesa do Ambiente e da ERSAR relativamente à gestão de resíduos, a Amarsul informa que durante o combate à pandemia COVID e por tempo indeterminado procedeu ao encerramento dos 7 Ecocentros localizados nos Municípios de Almada, Alcochete, Barreiro, Moita, Montijo, Seixal e Sesimbra.

 

Os resíduos que seriam habitualmente entregues nos Ecocentros, como os monos, verdes e recicláveis, podem agora ser rececionados nos Ecoparques de Palmela e Seixal.

 

Estas instalações funcionam dentro do seguinte horário: 2ª a 5ª das 9h - 12h - 13h - 18h, 6ª das 9h - 12h -13h - 17h e encerra aos sábados, domingos e feriados.

 

A Amarsul encontra-se disponível, para prestar eventuais esclarecimentos à população através dos números 212139600 ou 800205674 ou por email geral@amarsul.pt.

 

Os trabalhadores da Amarsul continuam todos os dias a contribuir para a limpeza das nossas ruas, através da recolha seletiva, e a garantir o tratamento dos nossos resíduos. A melhor forma de lhes agradecer é partilhar e cumprir estas regras e ser compreensivo para com as adaptações à recolha que o seu Município e a Amarsul   poderão ter de fazer.

Cuidados na deposição de resíduos 18 de março de 2020

Durante o combate à pandemia, a Amarsul solicita à população que todos cumpram novas regras no manuseamento do lixo doméstico:


1. Se tiver, na sua família pessoas infetadas (ou com essa suspeita) lembre-se que os seus resíduos também podem estar infetados. Nesse caso deverá:

a) Colocar os resíduos em sacos de lixo resistentes e descartáveis, com enchimento até 2/3 (dois terços) da sua capacidade – não encher totalmente os sacos.

b) Os sacos devidamente fechados devem ser colocados dentro de um segundo saco, devidamente fechado, e este deve ser depositado no contentor de lixo comum (resíduos indiferenciados).

c) Os sacos devem ser sempre colocados dentro do contentor – não deixe o saco no chão. Se estiver cheio, coloque no contentor mais próximo ou utilize quando estiver disponível.


2. Para além disso, as máscaras, luvas e lenços devem ser sempre colocados no contentor do lixo comum.


Os trabalhadores da Amarsul continuam todos os dias a contribuir para a limpeza das nossas ruas, através da recolha seletiva, e a garantir o tratamento dos nossos resíduos. A melhor forma de lhes agradecer é partilhar e cumprir estas regras e ser compreensivo para com as adaptações à recolha que o seu município e a Amarsul poderão ter de fazer.

Separe, Nós recolhemos! 17 de março de 2020

Na Amarsul CONTINUAMOS A RECOLHER diariamente os resíduos recicláveis para manter a Península de Setúbal limpa!

 

Continue a reciclar, que nós recolhemos.


Participe e colabore com todos aqueles que trabalham diariamente na recolha dos resíduos recicláveis.

 

Com a ajuda de todos, acondicionando bem os resíduos, separando corretamente e não colocando resíduos que tenham sido alvo de contaminação, estamos a cuidar da saúde de todos nós!

 

Seja consciente, Proteja-se a si e aos outros!

 

Para mais informações ligue 212 139 600 | 800 205 674 ou envie um email para geral@amarsul.pt

 

A Amarsul agradece a compreensão e o esforço de todos, que têm permitido assegurar uma prestação

 

de serviço público de excelência e essencial neste momento difícil!

 

 

ATENDIMENTO PRESENCIAL 16 de março de 2020

ATENDIMENTO PRESENCIAL | COVID 19

 

Portugal e os mercados internacionais vivem um momento conturbado fruto do surto COVID-19 cuja evolução tem sido reavaliada diariamente e cujo impacto nas atividades económicas é incerto.

 

No âmbito do plano de contingência em vigor na Amarsul, seguindo as recomendações da Direção Geral de Saúde, informamos que iremos reduzir a atividade presencial nas áreas administrativas e técnicas.

 

Garantir a valorização de resíduos da forma mais sustentável nas suas diversas áreas de atuação, é missão da Amarsul!

 

Pelo que iremos por tempo indeterminado, manter a prestação de serviço público essencial, através do telefone 212139600 ou do email geral@amarsul.pt

 

Agradecemos a colaboração de todos. 

 

Proteja-se a si e aos outros !

Ações de Formação | SST 2 de março 2020

No âmbito das medidas de Saúde e Segurança no Trabalho adotadas pela Amarsul, a empresa encontra-se a promover a realização de ações de sensibilização, que têm lugar nas instalações dos Ecoparques de Palmela e Seixal, em contexto real. Recentemente foi dinamizada uma sessão de formação dedicada ao tema “Movimentação Manual de Cargas” direcionada a todos os colaboradores com atividade na Recolha Seletiva, que visa minimizar os riscos de lesões músculo-esqueléticas dos colaboradores desta área e criar um espírito de atuação preventiva em relação ao risco.

 

Na Amarsul Reciclamos Tudo, Sempre e em Todo o Lado e em SEGURANÇA!

 

RECICLAGEM AUMENTOU 19% 21 de fevereiro de 2020

A Amarsul, empresa responsável pela valorização dos resíduos urbanos de 9 municípios da Península de Setúbal, apresentou em 2019 um crescimento notável de 19% no encaminhamento de resíduos para reciclagem, resultante do investimento realizado nos municípios de Alcochete, Almada, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal.

 

O plano de investimentos da Amarsul com mais de 20 milhões de euros, tem como objetivo a melhoria da prestação de serviço público de gestão de resíduos da Península de Setúbal, destacando-se o investimento na recolha seletiva de 10 milhões de euros.

 

A população da região, com mais de 780 mil habitantes, contribuiu positivamente para o aumento da recolha de 33 mil toneladas de resíduos recicláveis das quais 45% foram de papel e cartão, 30% de vidro e 25% de plástico e metal. O aumento da recolha seletiva foi transversal a todos os materiais, embora tenha apresentado melhores resultados nas embalagens de papel e cartão, que registaram um crescimento superior (mais 25% que no ano anterior).

 

Estes indicadores revelam uma maior consciencialização ambiental da população da região. São também, o resultado do investimento que a Amarsul desenvolveu na recolha seletiva multimaterial de resíduos de embalagens nestes últimos anos em viaturas, ecopontos e contentores para a recolha seletiva porta-a-porta, assim como em campanhas de sensibilização ambiental de incentivo à reciclagem, desenvolvidos em parceria com os Municípios.

 

A  Amarsul terminou  2019 com  uma capitação anual de 39 kg de resíduos de embalagens separados por habitante e com o dobro dos pontos de recolha de resíduos recicláveis. Em 2020, com o reforço da cobertura de pontos de recolha efetuada, a Amarsul espera crescer em todos os Municípios da região, para conjuntamente alcançarmos a meta de 45 kg por habitante.

 

O plano de investimentos, cofinanciado pelo POSEUR – Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos, visa aumentar e otimizar as quantidades de recicláveis separados na origem.

 

Com a correta separação de recicláveis, menos resíduos serão encaminhados para aterro, e todos beneficiamos: serão menos as toneladas de resíduos sujeitas à taxa de deposição em aterro, paga pelos Municípios, e serão mais as quantidades recolhidas seletivamente pela Amarsul.

 

Recycle BinGo faz 2 anos 19 de fevereiro de 2020

O Recycle BinGo comemora hoje 2 anos! Mais de 30 mil amigos do planeta já apanharam o bichinho da reciclagem. 

 

Esta aplicação já tinha sido galardoada em 2018 pelos Prémios Meios & Publicidade (OURO) e recebeu o prémio prata em duas categorias - APPs Mobile e Jogos Mobile - e ainda bronze em User Design Experience (UX), prémios do XX Festival Anual de Publicidade, organizado pelo Clube de Criativos de Portugal.

      

Com esta APP, ir ao ecoponto é uma animação e acreditamos que o Recycle BinGo nos vai continuar a ajudar a todos a cumprir os objetivos nacionais em matéria de reciclagem.

 

Obrigada a todos pelo apoio e por nos ajudarem a reciclar mais e melhor.

Toneladas de Ajuda 24 de Setembro 2019

Amarsul lança nova Campanha no âmbito da responsabilidade social designada “TONELADAS DE AJUDA”.

 

Dirigida em especial a todas as IPSS localizadas na área de intervenção da Amarsul, esta nova Campanha consiste em valorizar todos os resíduos recicláveis que aquelas instituições queiram entregar na Amarsul, nomeadamente, embalagens plásticas e metálicas, papel e cartão e embalagens de vidro.

 

As quantidades de resíduos recicláveis serão acumuladas durante um ano e o valor recebido por cada IPSS, no final desse período, poderá ser utilizado em qualquer projeto da própria IPSS. Também serão aceites entregas feitas por outras entidades, desde que sejam feitas em nome de uma IPSS e, previamente, comunicadas por esta.

 

As entregas de recicláveis deverão ser efetuadas diretamente nas instalações da Amarsul, designadamente, nos Ecoparques do Seixal e Setúbal e Eco-Transferência de Sesimbra.  Será aberta uma ficha de cliente, que funcionará como conta corrente por cada instituição de modo a quantificar o peso do material entregue. Em qualquer entrega será disponibilizado um talão de pesagem.

 

Esta Campanha irá estar a decorrer simultaneamente em todas as Concessionárias do Grupo EGF.

 

Estaremos assim, a contribuir ambiental e socialmente!

 

Para mais informações entre em contacto connosco através do email comunicacao@amarsul.pt